PUBLICIDADE
Topo

Ferraz cita apoio da torcida em SC e comemora vitória com "camisa mágica"

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

31/08/2019 21h16

O lateral-direito Victor Ferraz agradeceu o apoio do torcedor na partida contra a Chapecoense, na Arena Condá, em Chapecó-SC, que terminou em vitória santista por 1 a 0. O capitão santista disse que foi muito criticado após o empate por 3 a 3 contra o Fortaleza na última rodada, na Vila Belmiro, mas deu razão para as críticas.

O Santos teve uma recepção eufórica do torcedor em Chapecó, que lotou o hotel onde o Peixe se hospedou para apoiar a equipe, pedir autógrafos e tirar fotos. O aglomerado foi tão grande que até dificultou a saída dos jogadores para a Arena Condá.

Apesar da atuação abaixo da média, Ferraz comemorou a vitória para "apagar" mágoa da torcida com o empate cedido em casa. O lateral disse que aguenta pressão e chamou a camisa do Santos de "mágica".

"Foi um jogo muito importante pra gente, por voltar a mostrar pro nosso torcedor que ficou magoado com o último jogo. Nós fomos duramente criticados por deixarmos empatar o jogo, mérito do Fortaleza, mas não podemos deixar empatar dentro de casa. Fomos homens. Eu, particularmente, fui muito hostilizado. Eu que tenho quase 280 jogos com essa camisa mágica, mas eu aguento pressão, sou capitão da equipe. Fiz mais uma partida muito boa e estou fazendo um primeiro turno muito bom, junto com a minha equipe, prova disso é a liderança. Sei que o torcedor vai apoiar muito. Quando saímos do hotel, aquela energia do torcedor, falei pra eles que não poderíamos deixar eles voltarem pra casa sem uma vitória", disse Victor Ferraz ao canal Premiere na saída do gramado.

Com a vitória, o Santos assumiu de forma provisória a liderança do Campeonato Brasileiro e torce para que o Flamengo não vença o Palmeiras na partida marcada para amanhã, às 16h, no Maracanã, para seguir na ponta da tabela.

Santos