PUBLICIDADE
Topo

Goleiro do Inter é alvo de xingamentos racistas em jogo no RS

Goleiro Carlos Miguel foi vítima de xingamentos racistas na partida contra o Novo Hamburgo - Marinho Saldanha/UOL
Goleiro Carlos Miguel foi vítima de xingamentos racistas na partida contra o Novo Hamburgo Imagem: Marinho Saldanha/UOL

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

26/08/2019 11h24Atualizada em 26/08/2019 15h32

O goleiro Carlos Miguel, do Internacional, foi alvo de xingamentos racistas durante a partida contra o Novo Hamburgo, válida pela Copa FGF, domingo, em Alvorada, na região metropolitana de Porto Alegre. O ato foi relatado em súmula pelo árbitro Marco Aurélio Nunes Magalhães.

Segundo o documento oficial do jogo, um dos assistentes, Rodrigo Vargas, relatou que da torcida do Novo Hamburgo partiram as palavras de cunho racista ao goleiro colorado.

"As palavras identificadas foram as seguintes: "negro! macaco!". A Brigada Militar foi acionada pela equipe de arbitragem, no entanto não foi possível identificar os responsáveis pelas manifestações racistas", relatou o árbitro em súmula.

O Internacional e o próprio atleta se manifestaram sobre o caso no Twitter.

"No jogo de hoje contra a equipe do Novo Hamburgo, sofri insultos racistas durante toda a partida. Isso não vai me abalar, pois tenho muito orgulho da minha cor e das minhas origens. Não há mais espaço para racismo no futebol! Seguimos", postou o atleta.

"Repudiamos todo e qualquer ato discriminatório. O Clube do Povo está fechado contigo, Carlos Miguel. A tua caminhada é gigante", publicou o perfil do clube.

O jogo terminou 1 a 0 para o Nóia, que era visitante no duelo.

Carlos Miguel tem 20 anos e se destacou na Copa São Paulo de 2018, quando subiu ao principal do Inter. Hoje ele alterna treinos no grupo de cima e jogos no time B, que disputa a Copa FGF, entre outras competições. A história do jovem atleta foi contada pela reportagem do UOL Esporte no ano passado.

O Novo Hamburgo se manifestou por meio de uma nota oficial.

Confira a nota do clube.

O Esporte Clube Novo Hamburgo, por meio de nota oficial, vem prestar esclarecimentos sobre a alegação de suposto ato discriminatório relacionado a preconceito racial contra o atleta do Sport Club Internacional, por parte de torcedores anilados durante a partida realizada na manhã do último domingo (25/08/2019), no CT Morada dos Quero-Queros, em Alvorada/RS, válida pela 3ª rodada da Copa Seu Verardi (FGF).<

O Clube tomou ciência da acusação por meio da imprensa, bem como em relato da Súmula do árbitro da partida, disponibilizada na data de hoje.

O Esporte Clube Novo Hamburgo repudia todo e qualquer ato de injúria racial ou de racismo, em todas as suas formas de manifestação, razão pela qual está apurando o ocorrido, com a cautela exigida, para que os fatos sejam devidamente esclarecidos, com rigor necessário, afim de não acusar, injusta e levianamente, pessoas e tampouco instituições, quanto à prática de atos desta gravidade.

Internacional