Topo

Relatório do Conselho Fiscal não vê irregularidades na gestão do Cruzeiro

Relatório do Conselho Fiscal do clube não apontou irregularidades apresentadas pela comissão de sindicância - Vinnicius Silva/Cruzeiro
Relatório do Conselho Fiscal do clube não apontou irregularidades apresentadas pela comissão de sindicância Imagem: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Do UOL, em Belo Horizonte

20/08/2019 16h19

O Cruzeiro informou que seu Conselho Fiscal não encontrou irregularidades ao avaliar possíveis inconsistências na administração da atual gestão. O clube divulgou o documento em seu site oficial, explicando pontos questionados pela comissão de sindicância no mês passado.

Vale lembrar que há cerca de um mês, uma sindicância entregou relatórios com indícios de gastos descontrolados da atual cúpula celeste com funcionários e conselheiros, além de suspeitas de gastos inconsistentes em contratos e pagamentos, entre outras possíveis irregularidades. Eleito há quase dois meses com o apoio de membros da atual diretoria, o Conselho Fiscal foi o responsável por avaliar os questionamentos.

De acordo com o Cruzeiro, uma reunião foi realizada há duas semanas, no dia 7 de agosto. Nela, estiveram presentes os próprios membros da Comissão de Sindicância, do Conselho Fiscal, além de um diretor financeiro e de uma contadora.

Veja abaixo a explicação do Conselho Fiscal sobre os questionamentos feitos pela comissão de sindicância:

Cruzeiro/Divulgação
Imagem: Cruzeiro/Divulgação

Cruzeiro/Divulgação
Imagem: Cruzeiro/Divulgação