Topo

Futebol


Wendell Lira revela dificuldades e conta como prêmio Puskás salvou sua vida

Wendell Lira, prêmio Puskás, na Rússia - UOL
Wendell Lira, prêmio Puskás, na Rússia Imagem: UOL

Do UOL, em São Paulo

14/08/2019 09h32

Vencedor do Prêmio Puskás de 2016 e hoje YouTuber, o brasileiro Wendell Lira revelou que ter sido nomeado para a disputa do troféu de gol mais bonito da temporada salvou sua vida. Em entrevista ao site da Fifa, o ex-jogador disse que passou por momentos difíceis antes de receber a notícia de que estava entre os candidatos.

"Eu decidi que ia acabar com a minha vida", contou. "Quando você não pode colocar comida na mesa da sua filha e da sua mulher, o mínimo que elas precisam para sobreviver... Eu não vi saída."

Wendell afirma que desistiu de se tirar a própria vida ao lembrar que tinha uma filha e de que não poderia deixar a garota crescer sem um pai.

"Passei a noite inteira chorando. Eu ia fazer um amistoso em Goianésia. No caminho de Goiânia para Goianésia, chorei, porque já planejava terminar minha vida nessa jornada. Mas eu não consegui fazer isso, então voltei para casa. Eu abracei minha filha e sabia que não poderia deixá-la crescer sem um pai", afirmou. "Dois dias depois eu recebi a notícia de que eu tinha sido nomeado para o Puskás. Isso salvou minha vida, me permitiu tomar outro caminho, reescrever minha história. Isso me trouxe oportunidade de trabalhar e dar suporte para minha família."

Lira venceu o prêmio em 2016. Na disputa, ele venceu ninguém menos do que Lionel Messi. Além disso, teve a oportunidade de conhecer grandes astros do futebol na cerimônia de entrega do troféu.

"Só de comparecer ao prêmio foi um conto de fadas. Eu conheci Kaká e Cristiano Ronaldo, de quem sou fã", contou.

Futebol