PUBLICIDADE
Topo

Santos

Sánchez se emociona com faixa de capitão do Santos e história do "Z"

Sánchez concede entrevista coletiva no CT Rei Pelé, do Santos - UOL
Sánchez concede entrevista coletiva no CT Rei Pelé, do Santos Imagem: UOL

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

06/08/2019 15h48

O uruguaio Carlos Sánchez completou recentemente um ano com a camisa do Santos, mas ainda não sabia o porquê da faixa de capitão santista ter a letra "Z", ao invés do tradicional "C". Quando ganhou a braçadeira nos últimos jogos, o meia perguntou o motivo e revelou que se emocionou ao saber da história.

O Santos oficializou em junho de 2015 a homenagem ao eterno capitão Zito, que usou a braçadeira na década de ouro santista em 1960 e chegava a dar bronca até em Pelé.

"Não sabia da história do Z (de Zito) na faixa de capitão. Depois do jogo, perguntei o que era e me contaram. Foi uma história muito linda. Quando me contaram, me emocionei. Nunca me imaginei usando a faixa. Agradeci ao Victor Ferraz por darem para mim. Nunca imaginei usá-la. É o primeiro clube que coloco a faixa. Para mim foi uma emoção muito grande", disse Sánchez.

O meia uruguaio ganhou a faixa do lateral-direito Victor Ferraz na partida contra o Bahia, quando o jogador foi substituído por Jean Mota. A faixa deu sorte ao meia, que cobrou pênalti no finalzinho do jogo, até viu o goleiro Douglas fazer a defesa, mas aproveitou o rebote para marcar o gol da vitória do Peixe.

Victor Ferraz é o atual capitão do time e quando ele não atua, geralmente o zagueiro Gustavo Henrique é quem fica com a faixa. Sánchez é, neste momento, a terceira opção.

Santos