PUBLICIDADE
Topo

Copa Sul-Americana - 2019


Love resolve, e Corinthians avança para enfrentar o Flu na Sul-Americana

Diante da sombra de Boselli, Vagner Love marcou duas vezes na vitória que classificou o Corinthians no Uruguai - Miguel Rojo/AFP
Diante da sombra de Boselli, Vagner Love marcou duas vezes na vitória que classificou o Corinthians no Uruguai Imagem: Miguel Rojo/AFP

Do UOL, em São Paulo

01/08/2019 23h20

O Corinthians está classificado para as quartas de final da Copa Sul-Americana e enfrentará o Fluminense. Nesta noite, no estádio Gran Parque Central, o time brasileiro venceu o Montevideo Wanderers por 2 a 1, com dois gols marcados pelo atacante Vagner Love, e avançou com tranquilidade, já que havia superado os uruguaios por 2 a 0 na Arena de Itaquera. Hoje, o técnico Fábio Carille até poupou alguns titulares.

É só a segunda vez na história que o Corinthians chega às quartas de final do torneio continental. A outra vez foi em 2005 e o time foi eliminado.

Ainda são desconhecidas as datas das quartas de final da Sul-Americana, sendo que estão reservados os quatro próximos meios de semana para isso. Antes, o Corinthians enfrenta o Palmeiras no domingo, às 19h, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Já o Montevideo Wanderers, de seis derrotas seguidas na temporada, segue sua caminhada somente no Campeonato Uruguaio e volta a jogar em 10 de agosto, contra o Liverpool.

Vagner Love resolve: o melhor em campo

O rendimento abaixo do esperado nos últimos jogos somado ao destaque de Boselli, que até fez gol no fim de semana, levantou dúvidas sobre a manutenção de Vagner Love como titular do Corinthians. Não levanta mais. O atacante marcou duas vezes, em lances de oportunismo e bom posicionamento, e facilitou a classificação para as quartas de final da Sul-Americana. Ele já vinha sendo peça importante antes dos gols com arranque e velocidade e acabou resolvendo o jogo no segundo tempo. Foi substituído, aplaudido pela marcante presença de torcedores corintianos em Montevidéu, aos 23 minutos do segundo tempo, por Boselli.

Ele assumiu a artilharia da competição com quatro gols, mesmo número de Moya, do Zulia-VEN, e Erik, ex-Botafogo.

"Mateus" dão mais dinâmica ao meio

Mateus Vital e Ramiro ajudaram o Corinthians a criar boas chances, principalmente no primeiro tempo - Raúl Martínez/EFE
Mateus Vital e Ramiro ajudaram o Corinthians a criar boas chances, principalmente no primeiro tempo
Imagem: Raúl Martínez/EFE

O Corinthians teve dois "Mateus" como outros destaques na partida: Matheus Jesus e Mateus Vital. A dupla deu mais dinâmica ao meio-campo corintiano, ajudando a melhorar um dos piores defeitos do time no primeiro semestre: a transição lenta. Jesus apareceu muitas vezes na entrada da área e até acertou o travessão em uma de suas finalizações. Vital, por sua vez, se deslocou bem pelas beiradas e fez boas triangulações com Carlos Augusto e Clayson. No segundo tempo, Matheus Jesus diminuiu rendimento e foi substituído por Júnior Urso.

Cássio falhou em gol, e não só ele

O único gol sofrido pelo Corinthians na partida contou com falha do goleiro Cássio. O camisa 12 errou o tempo da bola ao pular antes do chute e sofreu o gol. No entanto, o ídolo da torcida corintiana não foi o único que errou no lance. Gabriel perdeu a bola para Bravo na saída de jogo e viu o rival chutar para surpreender Cássio no seu canto esquerdo.

Wanderers prova fragilidade, mesmo em casa

O jogo da semana passada, no Brasil, já havia mostrado que o Montevideo Wanderers não é uma equipe brilhante tecnicamente. Mas para quem esperava que eles poderiam aproveitar o fato de atuar em casa, uma nova decepção: o estádio estava vazio e o time repetiu a atuação ruim. No primeiro tempo simplesmente não houve criação de boas jogadas. Os uruguaios não levaram perigo nenhuma vez. Muito suor, mas também muitas bolas perdidas, passes errados e falta de ousadia. A limitação estava para lá de clara. No segundo tempo o time foi para o desespero, com faltas, velocidade e posse de bola improdutiva.

Corinthians premiado pela paciência

Os visitantes perderam uma série de chances no primeiro tempo e só conseguiram marcar na etapa complementar, graças à paciência na troca de passes pelo meio. As associações entre Matheus Jesus e Clayson pela esquerda mostraram uma via alternativa que pode ser importante para o Corinthians na sequência da temporada. Ramiro também conseguiu se destacar com mobilidade pelo lado direito.

Ramiro faz melhor jogo pelo Corinthians

Miguel Rojo / AFP
Imagem: Miguel Rojo / AFP

O meia-atacante Ramiro fez o seu melhor jogo com a camisa do Corinthians. Contratado do Grêmio com status de titular, Ramiro não engrenou no Alvinegro. Mas hoje, o meia lembrou os seus bons momentos no time gaúcho atuando aberto do lado direito na segunda linha corintiana. O camisa 28, aliás, participou diretamente dos dois gols do Timão. No primeiro, ele fez a diagonal e recebeu dentro da área para chutar na trave. No rebote, Love marcou. No segundo, ele apareceu aberto do lado direito na área e tocou de primeira para Love marcar mais um.

Blitz e gols-relâmpago: cronologia do jogo

REUTERS/Andres Stapff
Imagem: REUTERS/Andres Stapff

Depois de um começo morno, em que a melhor chance foi um chute de fora da área de Matheus Jesus por cima da meta de Arruabarrena, o Corinthians passou a ditar o ritmo do jogo a partir de metade do primeiro tempo. Aí empilhou chances perdidas: aos 29, de novo Matheus Jesus parou no goleiro do time uruguaio após cruzamento de Carlos Augusto, Ramiro teve chance aos 34 e, no minuto seguinte, Matheus Jesus acertou o travessão adversário. Aos 43, Ramiro recebeu de Clayson, dominou no peito e chutou com perigo para fora. Uma blitz.

No segundo tempo o Corinthians só precisou de dois minutos para abrir o placar: Clayson fez um lançamento do meio-campo e Ramiro apareceu livre, mas chutou na trave. A bola voltou para o meio da área e Vagner Love foi mais atento que os zagueiros do Wanderers para abrir o placar. Os uruguaios empataram aos cinco, quando Bravo ganhou de Gabriel pelo meio, avançou até a entrada da área e chutou colocado. Cássio até encostou na bola, mas não defendeu. O Corinthians retomou a vantagem aos 17 minutos do segundo tempo, quando Clayson lançou Ramiro mais uma vez e o camisa 28 desta vez, mais aberto pela direita, cruzou para Love marcar.

FICHA TÉCNICA
MONTEVIDEO WANDERERS 1 x 2 CORINTHIANS

Data: 1º de agosto de 2019 (quinta-feira)
Horário: 21h30 (de Brasília)
Local: estádio Gran Parque Central, em Montevidéu (Uruguai)
Competição: Copa Sul-Americana, oitavas de final
Árbitro: Eber Aquino (Paraguai)
Assistentes: Eduardo Cardozo e Dario Gaona (ambos do Paraguai)
VAR: Andrés Rojas (Colômbia)
Cartões amarelos: Barrandeguy, Macaluso, Gonzalo Barreto (Wanderers); Matheus Jesus, Ramiro (Corinthians)

GOLS: Vagner Love, aos 2 e aos 17/2ºT, e Christian Bravo, aos 5/2ºT.

Montevideo Wanderers: Arruabarrena; Barrandeguy, Macaluso, Gastón Bueno e Lucas Morales; Veglio, Gabriel Pérez (Cesar Araújo, aos 22/2ºT), Diego Riolfo e Christian Bravo; Albarracín (Coitiño, aos 6/2ºT) e Gonzalo Barreto (Méndez, aos 40/2ºT). Técnico: Román Cuello.

Corinthians: Cássio; Fagner, Henrique, Gil e Carlos Augusto; Gabriel e Matheus Jesus (Júnior Urso, aos 19/2ºT); Ramiro (Gustavo, aos 30/2ºT), Mateus Vital e Clayson; Vagner Love (Mauro Boselli, aos 23/2ºT). Técnico: Fábio Carille.