PUBLICIDADE
Topo

Tardelli ressurge em meio a impaciência de gremistas com André

André ouviu vaias ao ser substituído contra o Libertad, do Paraguai, pela Libertadores - Pedro H. Tesch/AGIF
André ouviu vaias ao ser substituído contra o Libertad, do Paraguai, pela Libertadores Imagem: Pedro H. Tesch/AGIF

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

26/07/2019 12h00

Diego Tardelli ressurgiu no Grêmio. O gol que abriu caminho para a vitória por 2 a 0 contra o Libertad, em jogo de ida das oitavas de final da Libertadores, devolveu ao atacante a esperança que se perdia no início da trajetória pelo Tricolor. E ao mesmo tempo, ele já pode ocupar o espaço deixado por André, que sofre com críticas da torcida.

Escolhido por Renato Gaúcho para começar a partida contra os paraguaios, o centroavante que passou por Corinthians, Santos e Atlético-MG não foi bem. Perdeu uma chance clara de gol e acabou sendo muito vaiado quando foi substituído.

O técnico Renato Gaúcho garantiu que seguirá dando respaldo ao atleta, mas evitou comentar além disso.

"Há uma cobrança muito grande em cima do André. Tudo bem que atacante vive de gols, mas eu não posso deixar ele ou qualquer outro jogador de lado. Eu tenho que recuperar todos, independente da posição, do momento. Todo jogador tem fases não tão boas. Ele tem brigado, tem tentado nos ajudar de alguma forma. Se por acaso não está fazendo os gols, eu tenho que dar moral, passar confiança. Se ele irá ou não jogar, é outro departamento. Mas todos são iguais aqui no grupo. Se o jogador não está fazendo gols hoje, dou moral para ele porque daqui a pouco vou precisar dele", afirmou Portaluppi.

"Eu também estou esperando que ele faça um gol. Tenho certeza que este gol vai devolver para ele a confiança, que ainda vai nos ajudar muito", completou o vice de futebol Duda Kroeff.

E um novo concorrente surgiu contra o Libertad. Quando o Grêmio tinha um jogador a menos pela expulsão de Geromel, Diego Tardelli foi quem apareceu para colocar na rede e abrir o placar na Arena. David Braz completou o resultado que dá ao Tricolor uma boa vantagem para o jogo e volta, na próxima quinta-feira.

"Eu tive várias conversas com Tardelli, o presidente, a diretoria. O clube fez um esforço muito grande por ele, conseguiu a contratação e depositamos muita esperança nele. Sabemos dos problemas que andou passando, mas ele sempre teve o carinho e a confiança de todos. Nunca deixamos ele de lado, ele é testemunha disso. Sabíamos que mais cedo ou mais tarde ele iria começar a nos ajudar. O gol vai devolver a confiança, o Tardelli vai começar a pensar em outras coisas, boas, melhores, ele sabe que o grupo gosta e precisa dele. Ele veio justamente para nos ajudar, fazer a diferença, como fez hoje. Espero que este belo gol devolva a alegria para ele, porque ninguém desaprende a jogar", afirmou Renato.

Tardelli comemorou muito o feito e revelou que passou por momentos de depressão durante o período sem chances. Entre pequenas lesões e períodos fora do time, o jogador ainda não conseguiu sequência.

Agora, porém, tende a ser melhor aproveitado. O Grêmio volta a campo na segunda-feira para encarar o CSA pelo Brasileiro.

Grêmio