Topo

Tardelli desencanta, Grêmio bate o Libertad com um a menos e abre vantagem

Diego Tardelli comemora gol do Grêmio contra o Libertad - MARCELO OLIVEIRA/AM PRESS & IMAGES/ESTADÃO CONTEÚDO
Diego Tardelli comemora gol do Grêmio contra o Libertad Imagem: MARCELO OLIVEIRA/AM PRESS & IMAGES/ESTADÃO CONTEÚDO

Do UOL, em Porto Alegre

25/07/2019 23h23

Diego Tardelli desencantou. Quando o Grêmio tinha um jogador a menos, depois da expulsão de Geromel, o atacante colocou na rede o primeiro gol da vitória por 2 a 0 sobre o Libertad, hoje (25), na Arena, em duelo de ida das oitavas de final da Libertadores. David Braz definiu o placar e ampliou a vantagem gremista.

A vitória dá ao time gaúcho a chance de jogar por qualquer vitória, empate e derrota por um gol de diferença. Até mesmo derrota por dois de diferença serve desde que o time brasileiro marque como visitante (3 a 1, 4 a 2, 5 a 3, por exemplo). Ao Libertad cabe vencer por 2 a 0 e levar a decisão para os pênaltis ou ganhar por três ou mais de diferença.

O jogo de volta será na quinta-feira, dia 1º de agosto, às 21h30 (de Brasília), no Paraguai. Antes, porém, o Tricolor enfrenta o CSA às 20h (de Brasília), segunda-feira, em Alagoas.

Foi bem: Diego Tardelli sai do banco e marca

Diego Tardelli viveu momentos complicados no Grêmio. Foi criticado, cobrado, ficou fora do time. Mas, na noite de hoje, apagou as dúvidas ao colocar nas redes a primeira chance que teve. O gol significou muito num jogo complicado em que o Tricolor tinha um jogador a menos.

Foi mal: Pedro Geromel é expulso em lance com VAR

Pedro Geromel levou cartão vermelho no início do segundo tempo após falta dura em Benítez. O árbitro tinha dado apenas amarelo, mas após ser alertado pelo árbitro de vídeo apresentou o cartão vermelho.

André mantém confiança de Renato Gaúcho, mas sai vaiado

André foi o escolhido para começar no comando de ataque do Grêmio. Mas teve atuação novamente questionada. Perdeu, no início do segundo tempo, uma chance clara de gol e irritou Renato Gaúcho. Saiu vaiado minutos mais tarde.

Desempenho do Grêmio: Tricolor propõe desde o início

O Grêmio atacou desde o primeiro minuto. Foi o time gaúcho que povoou o campo ofensivo, trocou passes e buscou o gol. Com os dois laterais atacando ao mesmo tempo, volantes adiantados e Jean Pyerre na organização, sobraram jogadas em que a bola foi de um lado a outro da defesa do Libertad. Porém faltou a conclusão. Foram poucas chances, e todas acabaram nas mãos de Martín Silva. No segundo tempo, Pedro Geromel foi expulso e ainda assim a equipe seguiu jogando no ataque. Tanto que marcou após cobrança de escanteio, com Diego Tardelli e depois com David Braz.

Desempenho do Libertad: Paraguaios se defendem

Enquanto o Grêmio atacou bastante, o Libertad só se defendeu. Com praticamente todos seus jogadores postados atrás da linha da bola, o time visitante tinha por objetivo não ser vazado no começo e ainda buscar o contra-ataque. E até encontrou algumas vezes, com falhas na construção ofensiva gremista. No segundo tempo, com um jogador a mais, o Libertad ficou mais com a bola, mas não abandonou totalmente a postura defensiva.

Cronologia:

Diego Tardelli fez o primeiro gol do jogo aos 25 minutos do segundo tempo. David Braz aumentou a vantagem do Grêmio aos 38 do segundo tempo.

Sob olhar de Tite

O Grêmio atuou com uma presença importante na Arena. O técnico da seleção brasileira, Tite, cumpriu planejamento de acompanhamento de jogos no estádio e acompanhou a partida em Porto Alegre.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 2 X 0 LIBERTAD

Data: 25/07/2019 (quarta-feira)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Estebam Ostojich
Auxiliares: Gabriel Popovits e Martin Soppi
Público: 39.572 (total)
Renda: R$ 1.941.888,00
Cartões amarelos: Jean Pyerre, Pedro Geromel, Cortez (GRE); Bareiro, Espinoza, Franco (LIB)
Cartão vermelho: Pedro Geromel (GRE)
Gols: Diego Tardelli, do Grêmio, aos 25 minutos do segundo tempo. David Braz, do Grêmio, aos 38 minutos do segundo tempo;

GRÊMIO
Paulo Victor; Leonardo Gomes, Pedro Geromel, Walter Kannemann e Cortez; Maicon (Rômulo), Matheus Henrique, Alisson, Jean Pyerre (Tardelli) e Everton; André (David Braz).
Técnico: Renato Gaúcho

LIBERTAD
Martín Silva; Ivan Piris, Paulo Da Silva, Luis Cardozo e Espinoza; Cristian Riveros, Mejía, Oviedo (Rodrigo Rivero) e Bareiro (Óscar Cardozo); Iván Franco e Edgar Benítez (Adrian Martínez).
Técnico: José Chamot