Topo

Futebol


Ministério Público abre expediente para investigar agressões no Gre-Nal

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

22/07/2019 12h22

O Ministério Público do Rio Grande do Sul abriu expediente para investigar a agressão sofrida pela torcedora do Grêmio ao fim do clássico Gre-Nal do último sábado. Na manhã de hoje, a entidade iniciou processo de investigação do caso.

O procedimento se chama "notícia de fato" e no prazo de 90 dias pode ser levado a uma investigação criminal. Ele serve para apurar preliminarmente o contexto do ocorrido, identificar envolvidos e eventuais delitos, além da responsabilização eventual da organização do evento.

O expediente foi aberto a partir de imagens e as pessoas identificadas serão ouvidas nos próximos dias.

O fato ocorreu após o término da partida, cujo placar foi 1 a 1, no Beira-Rio, pela 11ª rodada do Brasileiro. Uma torcedora do Grêmio ergueu uma camisa de seu clube no espaço da torcida local. Acabou rodeada de colorados e sofrendo empurrões de uma torcedora rival.

A vítima estava acompanhada pelo filho que, assustado, chorou muito. As imagens foram flagradas por outros torcedores e pelo canal Sportv. Logo tomaram as redes sociais.

O Inter identificou dois agressores e promete tomar as providências cabíveis. O Grêmio entrou em contato com a vítima e planeja ação com ela e os jogadores do time. A mulher se manifestou através do Instagram agradecendo o apoio recebido nas redes sociais.

Tanto jogadores do Internacional quanto do Grêmio se solidarizaram com a vítima e criticaram a atitude violenta daquele grupo de torcedores.

Mais Futebol