Topo

Esporte


Jornais peruanos celebram volta à decisão de Copa América após 44 anos

Gols de Edison Flores, Yoshimar Yotún e Paolo Guerrero foram destaque na imprensa do Peru - Reprodução
Gols de Edison Flores, Yoshimar Yotún e Paolo Guerrero foram destaque na imprensa do Peru Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

04/07/2019 10h53

As capas dos jornais peruanos comemoram hoje a classificação da equipe da casa à final da Copa América. Na véspera, em Porto Alegre, a equipe comandada por Ricardo Gareca enfrentou o Chile pelas semifinais e venceu por 3 a 0, graças aos gols de Edison Flores, Yoshimar Yotún e Paolo Guerrero.

Com a vitória, o Peru conquistou sua vaga à decisão, o que não acontecia desde 1975. Naquele ano, os peruanos conquistaram o título da edição (sem sede fixa) ao venceram a Colômbia nas finais. O time, comandado pelo técnico Marcos Calderón, tinha como destaques Teófilo Cubillas, Juan Carlos Oblitas, Oswaldo Ramírez, Percy Rojas e Héctor Chumpitaz, entre outros nomes.

Reprodução
Imagem: Reprodução
A capa do jornal El Comercio anuncia: "Peru quer ser campeão". "Com golaços de Flores, Yotún e Guerrero, e uma soberba atuação em equipe, a Blanquirroja goleou o Chile e disputará o título continental depois de 44 anos", festejou a publicação.

O título que não vem desde 1975 também é destaque na capa do Correo. "Depois de 44 anos, Peru faz história", manchete a publicação. "Blanquirroja se classifica à final da Copa América depois de golear o Chile por 3 a 0. Gols de 'Orejas' Flores, Yotún e Paolo nos levam à decisão com o Brasil neste domingo", destaca.

Reprodução
Imagem: Reprodução
O tom é o mesmo no La República. "E se chama Peru", publicou, em referência ao sucesso musical homônimo na voz de Arturo 'Zambo' Cavero. "A seleção peruana volta à final do torneio continental depois de 44 anos após golear o Chile por 3 a 0", reforça.

No jornal esportivo Líbero, a capa em página dupla celebra: "Meu Peru é grande". "Peru jogou uma partidaça e goleou o Chile com extraordinária atuação de toda a equipe. A Blanquirroja, depois de 44 anos, voltará a jogar a final da Copa América. Por Deus, que emoção", descreveu.

Já no Chile, não raro, a derrota teve espaço secundário nas capas de jornais. "O sonho do tricampeonato acabou: Chile foi superado pelo Peru", publica o La Tercera, lembrando as conquistas de 2015 e 2016 na Copa América. "Chile cai diante do Peru, e termina o sonho do tricampeonato", reforça o El Mercurio.

Esporte