Topo

Esporte


Coach fã de Sócrates ajuda Peru a conseguir força mental na Copa América

Juan Cominges conversa com Cueva durante treino da seleção do Peru - Instagram/Reprodução
Juan Cominges conversa com Cueva durante treino da seleção do Peru Imagem: Instagram/Reprodução

Diego Salgado, José Edgar de Matos, José Eduardo Martins e Marinho Saldanha

Do UOL, em São Paulo e Porto Alegre

03/07/2019 12h00

Em alta sob o comando de Ricardo Gareca, a seleção do Peru buscará hoje diante do Chile, a partir das 21h30, em Porto Alegre, uma vaga na final da Copa América depois de 44 anos. A possibilidade contrasta com a goleada sofrida diante da seleção brasileira ao fim da primeira fase.

A retomada peruana na competição tem uma figura importante além de Gareca. Trata-se de Juan Cominges, ex-meia da seleção do Peru, que aos 35 anos exerce a função de coach da equipe.

Apesar de não fazer parte da comissão técnica de forma oficial, Cominges participa do aquecimento nos campos antes das partidas. O trabalho mais contundente, entretanto, acontece fora das quatro linhas. Ao lado de um psicólogo, o ex-atleta, que é fã declarado de Sócrates, com direito a postagens do brasileiro em redes sociais, ajuda a fortalecer a mente dos jogadores.

Para isso, Cominges se reúne individual e coletivamente com os atletas. Tal postura se deu justamente após a derrota por 5 a 0 para o Brasil na fase de grupos. Dias depois, o Peru conseguiu se reabilitar diante do Uruguai, nas quartas de final, marcada por um triunfo peruano nos pênaltis.

"Temos um psicólogo, um coach. Isso é importante. Vai agregando a um corpo técnico, de distintas áreas para fortificar. Os comandos técnicos estão sendo ampliados, é uma realidade e nós temos que fazer isso. Importante é não perder de vista que o comando técnico seja amplo", disse Gareca.

A ideia de trazer Cominges surgiu em 2018, pouco antes da Copa da Rússia. Desde então, o coach é chamado para todos os jogos da seleção peruana, incluindo as competições oficiais. Um dos trabalhos específicos feitos por ele se deu com Cueva, que perdeu um pênalti contra a Dinamarca no Mundial.

Titular do Peru mesmo em baixa no Santos, Cueva recebe tratamento especial e manteve a posição com o respaldo dos companheiros. O cenário está intimamente ligado ao trabalho de Cominges, que é bastante querido pelo grupo.

O ex-meio-campista não tem influência sobra convocações, mas é consultado em questões específicas acerca da parte mental dos atletas. Apesar de toda a força no elenco, o coach também não participa de forma direta de troca de jogadores.

"Sempre falamos que o Peru é muito forte no aspecto mental. É uma seleção que foi crescendo com adversidades. Deste ponto, são muito fortes os jogadores. Podemos ser superados, claro, enfrentamos grandes seleções com recursos. Mas o aspecto anímico é uma parte forte da equipe. Neste aspecto não estamos preocupados", frisou o treinador, que ressaltou a postura da equipe peruana após a goleada sofrida diante da seleção brasileira.

FICHA TÉCNICA

CHILE X PERU

Data: 3 de julho de 2019, quarta-feira
Horário: 21h30 (horário de Brasília)
Competição: Copa América (semifinal)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Wilmar Roldán (COL)
Auxiliares: Alexander Guzman e Wilmar Navarro (ambos da COL)
Árbitro de vídeo: Andrés Rojas (COL)

CHILE: Arias; Isla, Medel, Paripán e Beausejour; Pulgar, Vidal e Aránguiz; Fuenzalida, Vargas e Alexis Sánchez. Técnico: Reinaldo Rueda

PERU: Gallese; Advíncula, Zambrano, Abram e Trauco; Renato Tapia, Yotún; Carrillo, Cueva e Flores; Paolo Guerrero. Técnico: Ricardo Gareca

Mais Esporte