Topo

Futebol


Se o Fla fosse em Madri, Filipe Luis já estaria aqui, diz vice de futebol

Filipe Luis, lateral da seleção brasileira na Copa América - Jales Valquer/Estadão Conteúdo
Filipe Luis, lateral da seleção brasileira na Copa América Imagem: Jales Valquer/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

29/06/2019 11h51

O Flamengo continua tentando contratar Filipe Luis e o vice-presidente de futebol do clube, Marcos Braz, disse que o negócio só não foi fechado porque exige uma mudança de vida muito grande na vida do lateral esquerdo. A expectativa é uma definição ao final da Copa América.

"Se o Flamengo fosse de Madri, ele já estaria no Flamengo. O problema não é esse, o problema é que ele está a 14 anos lá fora. É uma decisão que envolve filhos e outras pessoas".

Por causa da situação pessoal do jogador da seleção brasileira, o vice-presidente de futebol afirmou que foi concedido um "tempo plausível" para receber a resposta. O presidente da equipe, Rodolfo Landim, disse que mantém contato constante com o lateral esquerdo.

"Filipe Luis pediu para esperar até o final da Copa América para avaliar alternativas. Tenho tido contato quase diário com ele como chefe da delegação da Copa América", declarou Landim.

Mas a avaliação do clube é que o Flamengo não pode depositar todas as esperanças em um negócio que pode não sair. Por este motivo, o vice-presidente de futebol falou que clube está aberto a novas possibilidades.

"O que eu posso te falar é que o Flamengo já começou a ficar atento ao mercado para que, se tiver uma possibilidade efetiva, chegar e contratar. O Flamengo não pode ficar refém de nenhum jogador, com todo respeito que tenho ao Filipe Luis", explicou Marcos Braz.

Mais Futebol