PUBLICIDADE
Topo

Seleção Brasileira


Dani Alves exalta apoio da torcida: "se você nos vaia, está vaiando o país"

Do UOL, em São Paulo

22/06/2019 18h50

Classificação e Jogos

Após duas atuações na Copa América que receberam críticas, principalmente o primeiro tempo contra a Bolívia e o jogo inteiro com a Venezuela, o Brasil parece ter feito as pazes com a torcida na goleada por 5 a 0 sobre o Peru. Após a partida, o capitão Daniel Alves exaltou o bom entrosamento entre time e torcida na Arena Corinthians, relembrando das vaias que a equipe recebeu nos jogos no Morumbi e na Arena Fonte Nova, em Salvador.

"Mais cedo ou mais tarde ia chegar (a boa atuação), pela constância, pelo equilíbrio do trabalho, a gente vem numa crescente desde o primeiro jogo. Está muito claro que quando se ganha pode conectar com a torcida. Esse é o caminho. Falei antes: estávamos representando um país, uma nação. Se você nos vaia, está vaiando seu país. Então já se viu que, quando estamos conectados (com a torcida), juntos, as coisas vêm, o resultado vem, a energia é positiva. Estamos aqui para nos conectar de novo com nosso povo e fazer uma competição digna do nosso país", disse o jogador à Rede Globo.

O lateral ressaltou ainda que o fato de ter aberto o placar no início da partida deu a tranquilidade à seleção brasileira, que faltou nos duelos contra bolivianos e venezuelanos. "Quando você consegue fazer o gol, consegue a tranquilidade de você dar sequência no jogo. Quando o gol não aparece, parece que gera uma ansiedade que a gente não pode ter, porque no final das contas a gente tá aqui, a gente faz o trabalho e só a gente pode fazer a conexão com nosso povo", afirmou.

Esse alívio com a boa partida e a classificação para as quartas de final como primeiro do Grupo A foi exaltado por outros jogadores do grupo, como o centroavante Roberto Firmino. "Motivação a mais, né? Agora vamos mais confiantes para as quartas e vamos com tudo. Realmente, nada melhor do que um gol, dá uma respirada, a gente respira mais na partida, dá mais vontade de querer sempre mais".

A seleção brasileira aguarda agora seu adversário nas quartas de final da Copa América, que sairá de um dos melhores terceiros colocados, ou do grupo B ou do grupo C.

Seleção Brasileira