Topo

Seleção Brasileira


Tite defende entrada de Fernandinho: "atleta tem que aguentar a pressão"

Danilo Lavieri, Gabriel Carneiro, Marcel Rizzo e Pedro Lopes

Do UOL, em Salvador

19/06/2019 00h27

Ao chamar Fernandinho para substituir Casemiro, Tite ouviu vaias vindo das arquibancadas na Fonte Nova. A troca melhorou a saída de bola da seleção brasileira, mas não foi o suficiente para tirar o 0 a 0 do placar contra a Venezuela, pela 2ª rodada da fase de grupos da Copa América. O comandante até reconhece o ambiente negativo, mas afirmou que os atletas precisam enfrentar a pressão.

Marcado por derrotas importantes na sua trajetória na seleção brasileira, o volante do Manchester City fica longe de ser unanimidade com a camisa verde e amarela apesar de sempre estar na lista de melhores meio-campistas do futebol europeu. Tão logo ele entrou no jogo, virou o assunto mais comentado no Twitter e rendeu uma reação que viralizou de Galvão Bueno. O narrador da Globo foi informado da troca e reagiu com uma simples palavra: "ahn?".

"Se pesasse (a pressão da torcida), eu não colocaria. O atleta tem que trabalhar em cima da pressão. Eu aposto na virtude, na qualificação do time. É um jogador que foi considerado um dos melhores da Premier League. Não posso ficar preocupado com os preconceitos de um jogador. O Casemiro estava com cartão, e o Fernandinho é um jogador que tem uma saída de bola. Se faz o gol de cabeça ali, muda tudo", afirmou Tite.

O treinador reconheceu que a pressão da torcida pode afetar seus jogadores e disse que a equipe precisa crescer em cima das reclamações da torcida.

Será que Tite vai mexer? Seleção pode ter mudanças após empate

UOL Esporte

"Tenho sim, porque o atleta não é insensível. Temos que saber trabalhar em cima dessa adversidade. Durante o segundo tempo eu falava para eles, para continuar tocando e procurando a melhor opção. É a nossa forma de jogar, não adianta fazer de outro jeito. É o modelo da equipe, é a característica dos atletas. A equipe é impetuosa, tem que saber trabalhar em cima dessas pressões, é o nosso desafio também", completou.

Outro atleta que tem sido questionado pelo seu baixo desempenho é Philippe Coutinho. O meio-campista do Barcelona, na opinião de Tite, foi muito bem marcado.

"Hoje ele foi muito bem marcado, concentraram muito na faixa central. Fica difícil receber em um plano mais avançado. Fechando o eixo central, não deixavam essa bola chegar no Couto, chegar no Firmino. Estrategicamente, ele ficou mais prejudicada. Ele precisa criar as alternativas, sim, dar essa continuidade, essa retomada", finalizou.

Seleção Brasileira