Topo

Odair lamenta gol sofrido e diz que Inter poderia ter empatado naturalmente

Do UOL, em Porto Alegre

07/06/2019 23h32

Odair Hellmann reclamou do segundo gol sofrido pelo Inter na derrota por 2 a 1 da noite de hoje (07) para o Vasco, no Rio de Janeiro, pela oitava rodada do Brasileiro. Segundo o treinador do time gaúcho, um rebote de cobrança de falta, como foi, não pode acontecer. Na avaliação do comando, o time poderia ter empatado naturalmente, mas não conseguiu.

"Viemos aqui para vencer. Tivemos situações pontuais no fim do primeiro tempo. O jogo estava controlado, tínhamos o domínio, não a contundência... Daí você toma o primeiro, e em seguida o segundo, volta (para o segundo tempo) com uma desvantagem muito grande. Mas tivemos total domínio da partida no segundo tempo, criamos chances, fizemos o 2 a 1 e poderíamos ter empatado naturalmente. Tivemos 80% de posse e várias situações no segundo tempo. O Vasco marcou e tentou o contra-ataque, não conseguiu encaixar. Pagamos caro pela situação pontual dos dois gols. O primeiro, tudo bem. Mas o segundo é um rebote de falta, não podemos tomar aquele gol. Eles (jogadores) sabem, nós sabemos, vamos corrigir para que não aconteça mais isso", disse o treinador em entrevista coletiva.

No lance, uma cobrança de falta acertou a trave e no rebote o jogador do Vasco apareceu livre para marcar.

Na etapa final, Emerson Santos descontou, o Colorado esteve perto de empatar, mas não conseguiu igualar o marcador.

"Não teve apagão ou apatia. O Vasco entrou mais contundente com 10 ou 15 minutos, chutou de fora da área. Depois, controlamos o jogo e criamos oportunidades. No final do jogo, em um contra-ataque, uma bola alçada, um rebote, um chute que pegou bem, ali tem que acabar o jogo. E acabou acontecendo o segundo. A desvantagem foi grande pelo que houve. Tentamos voltar equilibrados, e foi o que aconteceu. Voltamos fortes, fizemos o primeiro, tomamos conta das situações, mas o Vasco foi feliz no que se propôs a fazer. Não conseguimos, com toda posse que tivemos e domínio, traduzir em situações reais e gols", completou.

O Inter tem 13 pontos na classificação e pode perder várias posições até o fim da rodada. O próximo compromisso será na quarta-feira, em Porto Alegre, contra o Bahia.