Topo

Edilson toma bronca de Mano por expulsão no Cruzeiro: "Nunca aprovamos"

Do UOL, em Belo Horizonte

13/05/2019 04h00

Edilson viveu uma tarde ruim ontem, no Beira-Rio. O lateral direito do Cruzeiro falhou no gol marcado por Paolo Guerrero e ainda foi expulso por agressão a Nico López na derrota por 3 a 1 para o Internacional, em jogo válido pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro.

O erro cometido no lance que culminou em gol do centroavante peruano não foi nem sequer citado nos bastidores do clube. Contudo, a cotovelada em Nico López foi reprovada por Mano Menezes publicamente.

"Nós nunca aprovamos agressividade fora das regras do futebol. Não é assim. Até ele, como jogador, sabe. Quando você ultrapassa o limite, você precisa levar cartão vermelho, como ele tomou. É lógico que essas questões não fazem parte daquilo que a gente gosta e não têm minha aprovação e das pessoas que estão dentro do Cruzeiro", disse o treinador, em entrevista coletiva.

Isso fará com que o técnico seja obrigado a improvisar na escalação para o jogo diante do Fluminense, no sábado (18), às 16h (de Brasília), no Maracanã. Orejuela, outro nome para a posição, está no departamento médico. Ele se recupera de um estiramento na coxa esquerda.