Topo

D'Alessandro se emociona e chora em entrevista coletiva na Argentina

Cuesta (e) e D"Alessandro (d) durante entrevista coletiva do Inter na Argentina - Ricardo Duarte/Inter
Cuesta (e) e D'Alessandro (d) durante entrevista coletiva do Inter na Argentina Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Do UOL, em Porto Alegre

07/05/2019 12h00

D'Alessandro não conseguiu conter as lágrimas ao conceder entrevista coletiva após último o treinamento do Inter na Argentina. O gringo desabou ao falar dos pais e da emoção de jogar "em casa" no duelo com River pela Libertadores.

O pai, a mãe e o irmão de D'Alessandro acompanhavam a manifestação depois de verem o treinamento do gringo no estádio do Argentino Juniors, no bairro onde D'Ale cresceu.

"Eu joguei aqui quando ainda era um terrão. Não tinha nada. Era meu bairro, onde eu conheço, onde estão meus amigos. É o lugar que eu cresci e aprendi a jogar futebol. Pude encontrar meu treinador quando eu jogava futsal, isso há 25 anos. Muito do que sou devo a meu pai, claro, mas muito aprendi com ele também", disse.

A entrevista seguiu e a primeira pergunta feita em espanhol arrancou lágrimas do gringo. Principalmente por lembrar o retorno às origens, com a presença dos pais.

"É uma das poucas coletivas com a minha família presente. Meu pai me vendo falar. É muito diferente. Ainda mais que eu estou em uma fase diferente da carreira. Está terminando. Ter a possibilidade que eles me vejam...", disse interrompido pela emoção.

Victor Cuesta, que concedeu entrevista ao lado de D'Alessandro, também sentiu o peso emocional das palavras do colega. "Também fiquei emocionado. Meus pais são de um pouco mais longe, mas meu pai esteve aqui presente também. É muito bom voltar, sempre", disse.

O Inter encara o River Plate pela última rodada do grupo A da Libertadores nesta terça, às 21h30 (de Brasília).

Internacional