Topo

Esporte


Eliminação de Guardiola reforça 'trauma' na Champions após saída do Barça

Phil Noble/Reuters
Imagem: Phil Noble/Reuters

Do UOL, em São Paulo

17/04/2019 18h15

O trabalho de Pep Guardiola como treinador nos últimos anos é alvo recorrente de elogios pela qualidade. No entanto, o espanhol vive um problema nas temporadas recentes: desde que deixou o Barcelona, nunca mais conseguiu vencer o título da Liga dos Campeões da Europa.

Guardiola treinou o time principal do Barça entre 2008 e 2012. Neste período, consolidou-se entre os grandes técnicos do futebol mundial. Não apenas pelo estilo de jogo envolvente do time catalão, baseado no toque de bola, mas também pelas duas Champions League que conquistou: 2009 e 2011.

Por isso, quando deixou o time para um período sabático, despertou a cobiça no mercado. E logo foi anunciado como técnico do Bayern de Munique a partir da temporada 2013/2014. Detalhe: assumindo justamente o time que venceu a final da Liga dos Campeões 2012/2013. Tudo para dar certo?

Não foi o que aconteceu. Na temporada 2013/2014, o time chegou às semifinais continentais, caindo diante do Real Madrid. Na temporada seguinte, caiu na mesma fase, mas diante do Barcelona. Na temporada 2015/2016, foi mais uma vez eliminado nas semis por um time espanhol - agora, pelo Atlético de Madri.

Aquela temporada era a última de Guardiola na Alemanha. Em fevereiro de 2016, o técnico havia assinado com o Manchester City. O compromisso de três temporadas de duração tinha um objetivo claro: levar os ingleses ao inédito título da Liga dos Campeões.

Só que, de novo, o time de Guardiola tropeçou. Na temporada 2016/2017, o time foi eliminado nas oitavas de final da Liga dos Campeões pelo Monaco. Depois, na temporada 2017/2018, caiu nas quartas de final frente ao Liverpool. Agora, na temporada 2018/2019, a queda acontece diante do Tottenham, novamente nas quartas.

Ciente das expectativas geradas em sua contratação, o técnico do City assegurou ontem que não chegou ao clube com a obrigação de ganhar a Liga dos Campeões. Para ele, é mais importante consolidar um estilo no time do que garantir o título europeu.

"Sei que as pessoas dizem que vim aqui para ganhar a Liga dos Campeões. Honestamente, eu não vim aqui para ganhar a Liga dos Campeões. Vim aqui para a gente jogar o que estamos jogando nos últimos 20 meses. Foi para isso que eu vim. Simplesmente para jogar da forma como jogamos", declarou o comandante.

No time inglês, Guardiola já conquistou o Campeonato Inglês 2017/2018, além de duas edições da Copa da Liga Inglesa (2018 e 2019) e a Supercopa da Inglaterra (2018). Com quatro títulos, ainda fica distante do número de troféus que levantou no Bayern (sete) e, principalmente, no Barcelona (14).

Esporte