PUBLICIDADE
Topo

Jorge recebeu proposta do Fla, mas priorizou Santos por projeto e Sampaoli

Jorge apresentado no Santos com a camisa 3 - UOL
Jorge apresentado no Santos com a camisa 3 Imagem: UOL

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

29/03/2019 13h56

O Santos apresentou o lateral-esquerdo Jorge nesta tarde no CT Rei Pelé, seu sétimo reforço em 2019. O interesse pelo jogador surgiu em janeiro e desde então a negociação vinha se arrastando, com direito a reviravoltas quando o Monaco (FRA), que detém seus direitos, passou por uma troca na diretoria.

Jorge revelou que o Flamengo, clube onde foi formado, teve interesse em seu retorno, mas que o projeto do Peixe e o "fator Sampaoli" pesaram na decisão do Santos.

"Só tenho a agradecer o Flamengo, um clube que me criou. Não tenho mágoas. Recebi ligações do Flamengo e escolhi o Santos pelos projetos que me ofereceram, pela história que o clube tem e a vitrine grande. Recebi uma ligação do Sampaoli. É gratificante, porque ele tem um conhecimento enorme e está em um grande clube. Tenho certeza que ajudará o Santos", disse.

O jogador estava emprestado pelo Monaco (FRA) ao Porto (POR), mas pouco teve poucas chances no clube português. Em seu retorno ao Brasil, Jorge não esconde que sonha em voltar para a Seleção Brasileira.

"Foi um pouco difícil, porque o Monaco queria que eu ficasse na Europa. Quando recebi ligações daqui do Santos, eu pensei muito bem junto com meu empresário e família. Eu precisava jogar novamente, claro que tive oportunidade de disputar campeonatos importantes no Monaco e Porto. O Santos tem uma grande vitrine, se eu fizer um bom campeonato, vou poder reaparecer e voltar a jogar pela seleção brasileira", disse.

Jorge não poderá atuar no Campeonato Paulista pois o período de inscrições já se encerrou, mas deve estar disponível para a partida contra o Atlético-GO, dia 4, pela Copa do Brasil.