PUBLICIDADE
Topo

Paulista - 2019

São Paulo se classifica para a semi do Paulista com novo brilho da base

Siga o UOL Esporte no

José Eduardo Martins

Do UOL, em Itu (SP)

27/03/2019 21h06

Apenas pela segunda vez na temporada, o São Paulo ganhou duas partidas consecutivas. O feito aconteceu na noite de hoje, em Itu, e ainda serviu para levar o Tricolor à semifinal do Campeonato Paulista. Para eliminar o Ituano, novamente os garotos revelados em Cotia tiveram participação essencial. Foi do volante Liziero o gol do triunfo por 1 a 0 no estádio Novelli Júnior.

Liziero marcou seu terceiro gol como profissional - a promoção do jovem completou um ano neste mês. A jogada foi construída por Antony, que roubou a bola, partiu para cima e achou Pablo na área. A bola sobrou para Liziero, que já fazia grande partida, bater de direita. Luan e Igor Gomes, outras promessas tricolores, também apareceram bem e foram importantes em mais uma boa atuação sob o comando do técnico interino Vagner Mancini.

O adversário são-paulino na semifinal será o Palmeiras. O primeiro jogo deve ser marcado para sábado, no Morumbi. A Federação Paulista de Futebol (FPF) vai confirmar o horário do Choque-Rei em reunião nesta quinta-feira. Na outra semi, como eliminou a Ferroviária nos pênaltis, o Corinthians enfrentará o Santos.

Antony, jogador do São Paulo, carrega a bola em jogo contra o Ituano - Marcello Zambrana/AGIF - Marcello Zambrana/AGIF
Antony, jogador do São Paulo, carrega a bola em jogo contra o Ituano
Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

O melhor: Antony

O garoto segue em ascensão. Depois de prender demais a bola no jogo de ida, Antony mostrou espírito mais coletivo na noite de hoje e infernizou a vida do lateral-esquerdo Peri. Seus melhores lances na partida aconteceram no segundo tempo: uma caneta em Gui Mendes e a jogada que resultou no gol de Liziero. Igor Gomes e Liziero mais uma vez tiveram boa atuação.

O pior: Everton Felipe

Aposta de Vagner Mancini para as quartas de final, Everton Felipe já não repetiu o bom desempenho da partida no Morumbi. Muito escondido na ponta esquerda, o jogador revelado pelo Sport participou pouco do jogo e, quando teve a chance, decepcionou. Em um contra-ataque no primeiro tempo, saiu no mano a mano com o zagueiro Léo Santos e deixou a bola escapar. No segundo tempo, Mancini o tirou para dar lugar a Helinho.

Pato já fica na torcida pelo Tricolor

Anunciado durante a tarde de hoje pelo São Paulo, Alexandre Pato já mostrou estar ligado no novo - e velho - time. O atacante de 29 anos postou uma foto acompanhando o jogo contra o Ituano, acompanhado da namorada Rebeca Abravanel, apresentadora do SBT. O contrato de Pato com o Tricolor vai até o fim de 2022 e movimentará quase R$ 36 milhões.

Ex-companheiros, Reinaldo e Morato brigam o jogo todo

Assim como havia acontecido na primeira partida, no Morumbi, o lateral-esquerdo Reinaldo e o atacante Morato brigaram o tempo todo em Itu. Tudo começou com um lance nos minutos iniciais, em que Morato sofreu falta de Reinaldo e, na sequência, tentou chutar Pablo. O árbitro resolveu punir o atacante do Ituano com cartão amarelo. Os dois, então, passaram a discutir e chegaram a comentar o atrito em entrevistas no intervalo. Reinaldo disse que Morato "sempre foi chato". Eles foram companheiros por seis meses no ano passado, quando o atacante estava emprestado ao Tricolor.

Reinaldo lamenta após perder chance em jogo entre São Paulo e Ituano - Marcello Zambrana/AGIF - Marcello Zambrana/AGIF
Reinaldo lamenta após perder chance em jogo entre São Paulo e Ituano
Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Ventania chama a atenção em Itu

O primeiro tempo no estádio Novelli Júnior foi marcado por um elemento curioso. Uma ventania na cidade de Itu afetou o andamento da partida. O Ituano tentava lançamentos longos e via a bola, de repente, perder força e cair bem antes do imaginado, facilitando a retomada dos são-paulinos. Por outro lado, os tricolores arriscavam chutes de longe e acabavam mandando alto demais.

São Paulo domina primeiro tempo, mas volta do intervalo sob pressão

A etapa inicial foi marcada pelo domínio do São Paulo. O trio de meio de campo composto por Luan, Liziero e Igor Gomes recuperava a bola com facilidade e armava com rapidez. Assim, boas chances foram criadas, ainda que as finalizações não tenham sido tão perigosas. O Ituano pouco fez. Até que, depois do intervalo, a equipe de Vinicius Bergantin voltou muito melhor e conseguiu pressionar o Tricolor com jogadas de velocidade pelas pontas com Martinelli e Morato.

Liziero tem boas atuações coroadas com gol

Havia uma grande expectativa sobre ter Liziero e Luan como dupla de volantes. Seleção sub-20, lesões e decisões técnicas adiaram a volta dessa parceria de sucesso na base ao time titular do profissional. Mas o retorno de Liziero tem sido em grande estilo. Um dos melhores no jogo de ida, o camisa 14 novamente sobrou contra o Ituano e foi recompensado. Após grande jogada de Antony, ele apareceu na área para aproveitar sobra de chute de Pablo e bater de direita, sem chances para Pegorari, aos 26 minutos do segundo tempo. Foi o seu terceiro gol como profissional, o primeiro do ano.

Liziero comemora após marcar pelo São Paulo sobre o Ituano - Marcello Zambrana/AGIF - Marcello Zambrana/AGIF
Liziero comemora após marcar pelo São Paulo sobre o Ituano
Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Ituano esboça pressão e Volpi pega até bicicleta (impedida)

O São Paulo passou a controlar mais o ritmo da partida após abrir o placar. Também deu campo para o Ituano se atirar ao ataque. Mas as jogadas do time da casa foram pouco efetivas, restritas a cruzamentos na área. Ainda assim, Tiago Volpi levou alguns sustos, inclusive precisando saltar para evitar golaço de bicicleta de Jonas. No fim das contas, o lateral-direito do Ituano estava impedido.

FICHA TÉCNICA:
ITUANO 0X1 SÃO PAULO

Local: Novelli Júnior, em Itu (São Paulo)
Data/Hora: 27 de março de 2019, às 19h15
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Bruno Salgado Rizo
Público/Renda: 9.028 presentes/R$ 353.630,00
Cartões amarelos: Morato (Ituano); Everton Felipe, Pablo e Antony (São Paulo)

Gol: Liziero, aos 26 minutos do segundo tempo (São Paulo)

ITUANO: Pegorari, Jonas, Ricardo Silva, Léo Santos e Peri; Baralhas, Corrêa (Marcelinho) e Bassani (Gui Mendes); Morato, Ramon (Guilherme) e Martinelli. Técnico: Vinicius Bergantin.

SÃO PAULO: Tiago Volpi, Hudson, Bruno Alves, Anderson Martins e Reinaldo (Léo); Luan, Liziero (Jucilei) e Igor Gomes; Antony, Pablo e Everton Felipe (Helinho). Técnico: Vagner Mancini.