PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Antony e Igor Gomes desequilibram, São Paulo bate o Ituano e abre vantagem

Siga o UOL Esporte no

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

24/03/2019 17h54

O São Paulo contou com o brilho de suas promessas da base para derrotar o Ituano por 2 a 1 na tarde de hoje, no Morumbi, pelas quartas de final do Campeonato Paulista. O meia Igor Gomes marcou os dois gols do time tricolor. Morato descontou no fim da partida, que teve Antony como um dos destaques.

O primeiro gol do São Paulo foi marcado aos 33 minutos do primeiro tempo, depois que Igor Gomes completou um cruzamento de Reinaldo. O meia ampliou aos 15 da etapa final, ao pegar o rebote de um chute de Everton Felipe. O Ituano foi às redes com Morato, que completou de cabeça um escanteio cobrado.

A decisão da vaga na semifinal do Campeonato Paulista será em Itu, no Estádio Novelli Júnior, na próxima quarta-feira (27), às 19h30 (de Brasília). O São Paulo precisa de um empate para garantir vaga na semifinal. Se o Ituano vencer por um gol de diferença, a decisão será nos pênaltis.

Foi bem: Igor Gomes e Antony lideram o São Paulo

Igor Gomes - Marcello Zambrana/AGIF - Marcello Zambrana/AGIF
Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

A dupla da base do São Paulo fez a diferença no jogo. Antony, aberto à direita, tornou-se a melhor alternativa da equipe para furar a marcação do Ituano. Já o meio-campista marcou os dois primeiros gols como profissional. Para isso, mostrou extremo oportunismo ao finaliza na área.

Foi mal: Ricardo Silva falha no gol são-paulino

O zagueiro do Ituano cometeu um erro capital no primeiro tempo ao permitir a infiltração de Igor Gomes na área. O meia do São Paulo não desperdiçou a chance e abriu o placar.

Menon avalia São Paulo 2 x 1 Ituano no Paulistão

UOL Esporte

Jogo começa com São Paulo no ataque

Em xeque e com uma campanha pior que a do Ituano, o São Paulo mostrou uma postura diferente nos primeiros minutos de jogo. O time tricolor manteve a posse de bola no campo de ataque e buscou espaços para penetrar na defesa do Ituano. As melhores investidas aconteceram quando os laterais apoiaram o ataque. Antony, pela direita, passou a ser uma válvula de escape, assim como as jogadas para o pivô de Pablo.

Hudson cuida de Martinelli

A equipe do técnico Vagner Mancini veio com uma surpresa na escalação: Hudson na lateral direita. Foi uma maneira de neutralizar as investidas da sensação Gabriel Martinelli. Apesar disso, a promessa do Ituano conseguiu receber duas bolas às costas do jogador do São Paulo antes dos 20 minutos de jogo. Com Hudson à direita, Liziero ganhou uma vaga no time titular. E não decepcionou. O volante marcou muito e saiu para o jogo com qualidade.

Ituano busca contra-ataque

Encurralado no campo de defesa, o Ituano buscou as jogadas rápidas com transições longas para tentar assustar o São Paulo. Conseguiu em duas oportunidades. Primeiro, aos 16 Martinelli quase conseguiu finaliza na área depois de uma bola em profundidade. Pouco depois, Morato recebeu na área, cortou para dentro e bateu rente à trave.

Gol premia o São Paulo

O time da casa, embora corresse riscos nos contra-ataques, manteve o jeito de atuar. Depois de várias tentativas, o gol saiu em lance bem construído pela esquerda. Everton Felipe tabelou com Reinaldo, que fez um cruzamento perfeito para Igor Gomes. O jovem concluiu com categoria e abriu o placar - foi o primeiro gol dele como profissional.

VAR em ação no Morumbi

Aos nove minutos da etapa final, Everton Felipe caiu na área ao tentar passar por dois marcadores. Os jogadores são-paulinos pediram pênalti. O árbitro da partida, José Claudio Rocha Filho, consultou o VAR e, minutos depois, mandou o jogo seguir. Aos 28 minutos, o Ituano viu a arbitragem anular um gol de Morato, por impedimento. O árbitro anulou de imediato, sem recorrer ao VAR. O Ituano saiu de campo reclamando, pois entendeu que foi o jogador do São Paulo que desviu a bola.

Igor Gomes marca mais um

A promessa do São Paulo voltou às redes aos 15 minutos da etapa final. E novamente mostrou oportunismo ao pegar o rebote de um chute de Everton Felipe. O meia deixou o campo aos 29, para delírio dos torcedores.

Trave para o São Paulo

Depois de marcar o segundo gol, o São Paulo teve duas chances para ampliar o placar. Hudson, de fora da área, mandou a bola no travessão. Em seguida, foi a vez de Reinaldo mandar a bola na trave. O chute tinha endereço certo, mas a bola foi desviada pelo goleiro Pegorari.

Ituano diminui na bola parada

A equipe visitante se lançou ao ataque para tentar diminuir o prejuízo. E conseguiu. Aos 37 minutos, Morato aproveitou um escanteio bem batido e descontou. O atacante, que marcou pela sexta vez no Estadual, concluiu sozinho, na frente de Tiago Volpi.

São Paulo volta ao Morumbi

Mancini - Marcello Zambrana/AGIF - Marcello Zambrana/AGIF
Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

O Morumbi voltou a receber uma partida depois de exato um mês. No último dia 2, uma chuva forte atingiu a região onde está localizada o estádio. A sede social do clube ficou inundada e cheia de lama. Dessa forma, os duelos com Ferroviária e Palmeiras foram disputados no Pacaembu. O jogo também marcou a inauguração dos novos refletores de LED do Morumbi. A mudança está ligada à realização de três jogos da Copa América no local.

Torcedores enfrentam problemas

Alguns torcedores são-paulinos enfrentaram dificuldades para entrar no Morumbi. Como é habitual em jogos com público médio, o setor vermelho da arquibancada ficou fechado. Por uma falha de sistema, cerca de dez entradas para o setor foram vendidas. Os espectadores foram realocados para o setor azul por funcionários do São Paulo.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 2 x 1 ITUANO

Data: 24 de março de 2019, domingo
Horário: 16h (Brasília)
Competição: Campeonato Paulista (ida das quartas de final)
Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Público: 18.573 (total)
Renda: R$ 511.098,00
Árbitro: José Claudio Rocha Filho
Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse e Risser Iarussi Corrêa
Cartões amarelos: Antony (São Paulo); Bassani e Morato (Ituano)

Gols: Igor Gomes, aos 33 minutos do primeiro tempo, e aos 15; Morato, aos 37 minutos do segundo tempo.

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Hudson, Bruno Alves, Anderson Martins e Reinaldo; Luan, Liziero (Léo) e Igor Gomes (Everton); Antony, Pablo e Everton Felipe (Brenner). Técnico: Vagner Mancini

ITUANO: Pegorari; Jonas, Ricardo Silva, Léo Santos e Peri; Baralhas, Corrêa (Paulinho Dias) e Marcos Serrato (Bassani); Morato, Ramon (Gui Mendes) e Gabriel Martinelli. Técnico: Vinícius Bergantin

São Paulo