PUBLICIDADE
Topo

Vasco

Vasco lamenta morte de Eurico Miranda e presta condolências a familiares

Paulo Fernandes / Flickr do Vasco
Imagem: Paulo Fernandes / Flickr do Vasco

Do UOL, em São Paulo (SP)

12/03/2019 13h52

O Vasco da Gama se manifestou no início da tarde de hoje (12) sobre o falecimento do ex-presidente Eurico Miranda. O clube cruz-maltino usou as redes sociais para comunicar aos torcedores sobre a morte do antigo dirigente, que tinha 74 anos.

"O Club de Regatas Vasco da Gama cumpre o doloroso dever de comunicar, com profundo pesar, o falecimento do Presidente do Conselho de Beneméritos e ex-Presidente da Diretoria Administrativa, Eurico Miranda. A Diretoria Administrativa manifesta condolências aos familiares e amigos", escreveu o Vasco no Twitter.

A manifestação vascaína ocorreu quase uma hora depois de familiares confirmarem a morte do ex-dirigente. Eurico Miranda deu entrada no fim da manhã no Hospital Vitória, na Barra da Tijuca, após ter complicações no tratamento de um câncer no cérebro.

Também no Twitter, o presidente cruzmaltino, Alexandre Campello, manifestou pesar pela morte do dirigente. 

"Convivi com Eurico Miranda por 25 anos. Juntos, celebramos grandes títulos no Vasco. Eurico marcou definitivamente seu nome na história do Clube. Manifesto minha solidariedade à Dona Sylvia, aos filhos Eurico, Alvaro, Mario Ângelo e Sylvia e aos demais familiares e amigos", publicou.

Segundo informações apuradas pelo UOL Esporte, Eurico Miranda se encontrava em estado grave há alguns dias e não conseguia mais se alimentar. Depois de encarar um câncer na bexiga e outro no pulmão, o ex-presidente batalhava contra um tumor no cérebro desde o ano passado.

As condições de saúde afastaram o sempre polêmico cartola do dia a dia do Vasco. As aparições públicas, por outro lado, se tornaram mais raras nos últimos meses. Eurico Miranda tinha uma espécie de UTI disponível em casa e vinha sendo monitorado 24h por dia.

Um dos nomes mais importantes do futebol desde a década de 1990, Eurico Miranda foi presidente do Vasco em dois períodos: 2003 a 2008 e 2015 a 2017. Ele também foi vice-presidente de futebol entre 1986 e 2002.

As maiores conquistas da história do clube cruz-maltino contaram com a presença do polêmico dirigente. Entre elas: Campeonato Brasileiro (1997), Copa Libertadores (1998), Campeonato Brasileiro e Copa Mercosul (2000).

Além dos cargos no Vasco, Eurico também exerceu a função de deputado federal, eleito em 1994. Ele conseguiu a reeleição em 1998, mas em 2001 teve a cassação do mandato pedida. Miranda foi acusado de promover evasão de divisas e não conseguiu se eleger em 2002.

Vasco