PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Inter embala com recorde de Odair e espanta instabilidade em momento chave

Jogadores do Inter comemoram gol e vitórias que espantam instabilidade - Ricardo Duarte/Inter
Jogadores do Inter comemoram gol e vitórias que espantam instabilidade Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

11/03/2019 12h00

O Inter conquistou, no domingo, a sexta vitória seguida. A marca, inédita sob comando de Odair Hellmann, reforça nova fase da equipe, espantando a instabilidade do início da temporada. Embalado, o Colorado se vê pronto para a sequência dura que se apresenta. 

O máximo de vitórias em série sob comando do atual treinador havia ocorrido no ano passado com seis triunfos. Sete, a marca conquistada com o 2 a 0 sobre o Aimoré, foram obtidos pela última vez na campanha da Série B de 2017 sob comando de Guto Ferreira. O Inter, na ocasião, bateu Oeste, Goiás, Guarani, Londrina, ABC e Paysandu entre os dias 25 de julho e 25 de agosto. A série teve fim com a derrota para o Atlético-MG pela Primeira Liga, em 30 de agosto. 

"Temos uma tranquilidade muito grande em relação as vitórias. Trabalhar com vitória é muito melhor. Ma eu sempre falo em corrigir ganhando. Vamos ganhar e temos coisas para evoluir. Estamos buscando a identidade do ano passado e a força que tivemos, a competitividade, rapidamente. E estamos ajustando as outras coisas. São importantes ajustes e evoluções de um jogo para o outro. Cada jogo tem uma história, uma característica", disse o técnico Odair Hellmann.

O cenário atual é bem diferente do que aconteceu no começo do ano. Com tropeços contra Pelotas e São José-RS houve protestos até mesmo com alguma violência da torcida, que criticava a postura do time e a falta de resultados. 

"A sexta vitória seguida mostra a consolidação de um trabalho, seu crescimento. Estar pronto, preparado. Estamos preparados. Nunca vamos dizer que 100% prontos para a temporada, ainda mais em março. Se for assim, não conseguiremos atingir os objetivos que pretendemos. Estamos preparados para o Gauchão, a Libertadores, mas temos muito a crescer em todas as competições. Sempre procuramos melhorar", explicou o vice de futebol Roberto Melo. 

O crescimento veio na hora certa. Depois da partida contra o Aimoré, o Colorado terá o início de uma série de compromissos complicados. Na quarta recebe o Alianza Lima, do Peru, pela Libertadores. No domingo seguinte o Gre-Nal na Arena. Depois fecha (já classificado) a primeira fase do Gauchão e inicia o mata-mata alternando com o esperado enfrentamento com River Plate. 

Nesta segunda-feira, o Colorado já trabalha visando a partida de quarta. Rodrigo Dourado, que chegou a ser reavaliado depois de um desconforto na vitória diante do Palestino, deve ter condições de atuar e todos os titulares reassumem posto. 

Internacional