PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Odair elogia atuação do Inter e refuta rótulo de "time alternativo"

Odair Hellman não considera "alternativo" ou "reserva" o time utilizado neste domingo - Ricardo Duarte/Inter
Odair Hellman não considera "alternativo" ou "reserva" o time utilizado neste domingo Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

10/03/2019 19h16

Odair Hellmann elogiou o rendimento do Inter na vitória por 2 a 0 sobre o Aimoré na tarde de hoje, no Beira-Rio. O treinador refutou o rótulo de "time alternativo" ou "reserva" e disse que o crescimento de todos é bom para o grupo. 

"Aqui não é time alternativo, não é reserva. É o Sport Club Internacional que entra em campo com toda sua força, sua camisa. Alternativo é ruim. Aqui todos são o Internacional", disse ao ser questionado sobre a equipe. "Aqui não tem isso", completou. 

Nenhum dos jogadores que começou a partida passada, pela Libertadores, iniciou o duelo com Aimoré, pelo Gauchão. E ainda assim o rendimento foi totalmente satisfatório, com uma vitória sólida. 

"Que bom. Isso é o que se busca num grupo. Fortalecer o elenco, dar oportunidade a todos e que mostrem seu potencial. Fazer com que os que iniciam os jogos tenham que elevar o nível de atuação, para que se eleve a disputa sadia entre eles, fazer com que o companheiro saiba que precisa ir bem porque tem um companheiro bem também. A vitória dá confiança para jogar. Quando não tivermos um jogador, teremos outro em alto nível. Não se ganha campeonato algum com 11 jogadores, mas com um grupo qualificado. É o que eu quero frisar. É importante ter jogadores num grupo que possam resolver entrando nos jogos. Todo elenco bem fortalece o clube, mantém o padrão de atuação em alto nível. Esperamos isso mesmo. Todos bem. D'Alessandro, Uendel, Sobis, Bruno, Lindoso, Roberto, todos são importantes", completou. 

Com gols de Sobis e Sarrafiore, o Colorado venceu por 2 a 0 e pulou para 19 pontos em segundo no Gauchão. O próximo compromisso pelo Estadual será no domingo, contra o Grêmio, na Arena. Antes, porém, há o duelo com Alianza Lima, do Peru, pela Libertadores. 

"Evoluímos jogos a jogo. E as dificuldades que tivemos, corrigimos nos jogos seguintes. Temos uma característica muito forte: nossa competitividade, força, acreditar até o último segundo. A busca no início do ano foi por dar oportunidade a todos os jogadores e temos feito isso muito bem", finalizou. 

Internacional