PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Com três gols de Sterling, City vence Watford e pressiona Liverpool

Sterling é celebrado por companheiros por marcar três gols na vitória do City - JASON CAIRNDUFF/Action Images via Reuters
Sterling é celebrado por companheiros por marcar três gols na vitória do City Imagem: JASON CAIRNDUFF/Action Images via Reuters

Do UOL, em São Paulo (SP)

09/03/2019 16h20

Sterling foi o herói da vitória do Manchester City sobre o Watford, hoje, pela 30ª rodada do Campeonato Inglês. Pior em campo no primeiro tempo, o camisa 7 voltou muito bem do intervalo, fez três gols em menos de 15 minutos e garantiu um importante triunfo na corrida pelo título.

O resultado levou o City a 74 pontos, quatro a mais que o vice-líder Liverpool, que entrará em campo amanhã contra o Burnley pressionado para buscar a vitória e não deixar o rival disparar. Já o Watford, que entrou em campo com time alternativo, é o sétimo colocado, com 44 pontos.

LEIA MAIS:
Manchester City deve sua existência a uma mulher: a fundadora Anna Connell
Uefa abre investigação contra o Manchester City por fair play financeiro

Agora, o City terá um importante compromisso pela frente no Inglês. No próximo sábado (16), visitará o United para o clássico em Old Trafford. Antes, no meio da semana, o time enfrentará o Schalke pela volta da oitavas de final da Liga dos Campeões. O time inglês venceu por 3 a 2 na Alemanha

Sterling vai do inferno ao céu e anota hat-trick

O camisa 7 do City não foi nada bem nos primeiros 45 minutos. Pior em campo, errou coisas simples como domínio de bola e foi facilmente desarmado pelo adversário. Na volta do intervalo, se encontrou, marcou três gols em 13 minutos e foi muito aplaudido quando substituído por Sané.

Gabriel Jesus entra no fim e perde chance incrível

Jesus foi acionado por Guardiola nos minutos finais no lugar de Aguëro e perdeu uma chance inacreditável de marcar. Acionado por Bernardo Silva, o brasileiro invadiu a área, se livrou da marcação, mas foi travado no chute por Kabasele.

City domina no início, mas não consegue finalizar

No primeiro tempo, o City teve 70% de posse de bola, mas abusou dos cruzamentos e não conseguiu converter o domínio em gols. Nas poucas vezes em que conseguiu passar pela defesa do Watford, errou a pontaria ou parou em Foster. Do outro lado do campo, o Watford optou por jogar mais recuado e executou bem o plano, tirando espaços e dificultando a vida dos comandados de Guardiola.

Aguëro marca, mas é flagrado em impedimento

O argentino perdeu uma grande chance ao errar um cabeceio aos 28 minutos de jogo. Pouco depois, foi lançado por Gündogan na área, dominou no peito e mandou para o fundo das redes, mas não valeu. O juiz flagrou Aguëro em posição de impedimento e anulou o lance.

Juiz confirma gol duvidoso de Sterling

O City se encontrou no segundo tempo. No primeiro minuto, Gündogan cruzou para Aguëro, que escorou para Sterling completar. O bandeirinha acusou impedimento, mas o juiz voltou atrás, confiou no próprio julgamento e validou. A dúvida sobre o lance é que a bola roçou no zagueiro do Watford antes de chegar a Sterling, porém o jogador já estava em posição irregular na hora do passe de Aguëro.

Inconformados com validação, torcedores pedem VAR

Não há VAR na Premier League, e o lance com Sterling fez internautas pedirem urgentemente o recurso para o futebol inglês.

Para não restar dúvida, Sterling faz o segundo

Foram necessários apenas dois minutos para Sterling balançar a rede pela segunda vez. Com o City mostrando mais organização e troca de passes em velocidade, a jogada do segundo gol passou por David Silva e Walker, que cruzou na área e viu Sterling, livre de marcação, marcar novamente.

E também o terceiro...

Em vantagem no placar, o time de Guardiola teve mais calma para trocar passes e tentar furar a retranca do Watford. Aos 13 minutos, desta vez servido por David Silva, o camisa 7 conseguiu novamente passar pela marcação dentro da área para anotar seu terceiro gol na partida.

Javi Gracia acerta e Watford desconta

O City precisou de pouco menos de 15 minutos para marcar três gols. Preocupado, o técnico Javi Gracia sacou Success e Femenía para lançar Deulofeu e Deeney. E o treinador mostrou estrela. Na primeira jogada, Deeney tocou para Deulofeu, que aproveitou um erro de Otamendi na marcação e marcou o gol de honra dos visitantes.

Watford melhora com mudanças, mas é Foster quem se destaca

Com as mudanças e o gol, o Watford perdeu o medo e se lançou ao ataque, mas acabou dando espaços ao City. Aos 33 minutos, Mahrez fez bela jogada para Bernardo Silva finalizar, mas o goleiro Foster estava atento e espalmou. Na sobra, Sané também tentou, e o goleiro defendeu de novo. Kompany ainda perdeu uma chance antes do apito final. 

Watford entra com time alternativo

O técnico Javi Gracia mandou a campo um time um tanto quanto alternativo. Com sete mudanças em relação ao jogo anterior, o Watford perdeu a oportunidade de somar três pontos e alcançar sua melhor campanha da história da Premier League. Saíram: Kabasele, Britos, Masina, Femenía, Cleverley, Success e Gray. Entraram: Mariappa, Cathcart, Holebas, Hughes, Pereyra, Deulofeu e Deeney.

FICHA TÉCNICA
MANCHESTER CITY 3 X 1 WATFORD

Data e hora: 9 de março de 2019, sábado, às 14h30 (de Brasília)
Local: Estádio de Manchester, em Manchester (ING)
Motivo: 30ª rodada do Campeonato Inglês
Cartões amarelos: Walker
Cartões vermelhos: -
Gols: Steling, aos 2', 4' e 13', e Deulofeu, aos 21' do segundo tempo

MANCHESTER CITY: Ederson; Walker, Kompany, Otamendi e Zinchenko; Gundogan, David Silva e Bernardo Silva; Mahrez (Foden), Sterling (Sané) e Agüero (Gabriel Jesus). Técnico: Pep Guardiola

WATFORD: Foster; Janmaat, Britos (Cathcart), Kabasele e Masina; Doucouré, Capoue, Cleverley e Femenía (Deeney); Gray e Success (Deulofeu). Técnico: Javi Gracia

Esporte