PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

São Paulo enfrenta o Red Bull com estreia de Igor Vinícius no Morumbi

Igor Vinicius, lateral-direito do São Paulo, vai disputar a sua primeira partida no Morumbi - Marcello Zambrana/AGIF
Igor Vinicius, lateral-direito do São Paulo, vai disputar a sua primeira partida no Morumbi Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

24/02/2019 04h00

A partida do São Paulo de hoje, às 17h, contra o Red Bull, vai proporcionar uma experiência diferente para Igor Vinícius. Pela primeira vez, o lateral-direito terá a oportunidade de disputar um jogo no Morumbi. Em 2018, o ala até chegou a participar do Campeonato Paulista pelo Ituano, mas não atuou na casa tricolor.

"Ainda não joguei no Morumbi. Essa deve ser a primeira oportunidade que vou ter. Estava com o pessoal na Libertadores [jogo contra o Talleres, quando ficou na reserva], torcendo para conseguirmos a virada. Pude ver o carinho que a torcida tem, sentir aquela emoção. Então, espero que domingo possa fazer um bom jogo para sairmos com a vitória", disse Igor Vinícius, em entrevista exclusiva ao UOL Esporte

Apesar da inexperiência, o jogador tem a consciência de que a responsabilidade é grande por defender um clube como o São Paulo - ainda mais em um momento como esse, em que o time acabou de ser eliminado da Copa Libertadores e perdeu um clássico para o Corinthians. 

"Passa muita coisa na cabeça quando você está no Morumbi. Ali é um palco em que muitos jogadores fizeram história - pessoas que estão com a gente, como o Raí e o Lugano, escreveram seus nomes lá. É um privilégio compartilhar aquele vestiário com eles e os jogadores que defendem o time hoje. É diferente, um lugar vitorioso. Poucos clubes têm essa história. É uma responsabilidade muito grande. Quando está lá dentro, é preciso honrar a camisa."

Confira outros trechos da entrevista com Igor Vinícius:

Adaptação ao São Paulo

"Tem um período de adaptação. Sem dúvida alguma, estava em um campeonato, a Série B, em que a qualidade é um pouco abaixo - ainda mais se formos comparar com um time com o nível do São Paulo. Mas desde quando eu cheguei, procuro trabalhar no dia a dia para ficar à disposição e, quando a oportunidade aparecer, estar pronto".

Nota da redação: Igor Vinícius jogou pela Ponte Preta no segundo semestre de 2018.

Peso de ser lateral direito no São Paulo

"Acho que temos de focar nos jogadores que fizeram história. Não tem de pensar nos que deixaram a desejar. É se espelhar nesses ídolos como o Cafu, Cicinho e no próprio Militão que foi embora. A ideia é tentar repetir o feito deles e fazer a minha história".

Briga por posição com Bruno Peres

"É uma disputa sadia. Eu converso bastante com ele, que é um cara muito experiente, gente boa e me ajuda demais. É lógico que os dois querem jogar, mas temos de deixar a escolha na mão do professor".

Elogiado por Juninho

"O Juninho é gente fina. Ele me acolheu muito bem no Ituano e me deu a oportunidade de jogar um Campeonato Paulista para aparecer no cenário brasileiro. Sou muito grato a ele. A relação é muito boa, a gente conversava bastante, ele dizia que gostava do meu estilo de jogo, que é para frente e bastante agressivo. Ele me dava dicas também. É um cara pelo qual tenho um carinho enorme".

Nota da redação: Ex-jogador do São Paulo e gestor do Ituano, Juninho deu boas referências de Igor Vinícius para funcionários do São Paulo.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO x RED BULL BRASIL

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 24 de fevereiro de 2019 (domingo)
Horário: 17h (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira
Assistentes: Anderson José de Moraes e Vitor Carmona Metestaine

SÃO PAULO: Tiago Volpi, Igor Vinicius, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Jucilei, Luan e Nenê; Antony, Pablo e Carneiro.
Técnico: Vagner Mancini (interino).

RED BULL BRASIL: Julio Cesar; Aderlan, Léo Ortiz, Ligger e Rafael Carioca; Uillian Correia, Jobson e Gabriel Leite; Ytalo, Osman e Roberson.
Técnico: Antônio Carlos Zago.

São Paulo