PUBLICIDADE
Topo

Esporte

"Mourinho criou uma atmosfera pouco saudável no United", diz Alexis Sánchez

Alexis Sánchez admitiu que Mourinho criou "climão" nos vestiários do United - FRANCK FIFE/AFP
Alexis Sánchez admitiu que Mourinho criou "climão" nos vestiários do United Imagem: FRANCK FIFE/AFP

Do UOL, em São Paulo (SP)

17/02/2019 16h54

A demissão de José Mourinho do comando do Manchester United ainda dá o que falar na Europa. Em entrevista à "BBC" de Londres, o chileno Alexis Sánchez afirmou que o treinador - demitido em dezembro pelos maus resultados e relacionamento ruim com atletas - criava um ambiente desconfortável no grupo.

"Mourinho é um dos melhores treinadores do mundo pela forma como dirige suas equipes, estuda os adversários e pela forma como faz as coisas de modo geral. Porém, dentro do grupo havia uma sensação estranha", afirmou o jogador, que chegou ao Old Trafford a pedido do treinador português.

LEIA MAIS:
Mourinho quer seguir na Europa, mas não descarta ser treinador no Brasil
Manchester United gastou quase R$ 100 milhões para demitir José Mourinho
Mourinho diz: Neymar precisa brilhar pela seleção para ser melhor pós-Pelé

"Primeiro (o atleta) fazia parte do grupo, depois estava fora. Às vezes não jogava, outras vezes sim, depois nunca mais... Como jogador, perdi a fé. E depois criou-se uma atmosfera pouco saudável ao redor do time", completou o atacante.

Mourinho foi demitido no dia 18 de dezembro, após duas temporadas e meia à frente do clube. As principais críticas ao seu trabalho diziam respeito ao desempenho do time, falta de títulos e aos problemas de relacionamento dentro do vestiário. Ele foi substituído pelo norueguês Ole Gunnar Solskjaer. 

Segundo o tabloide inglês "The Sun", Alexis Sánchez chegou a apostar 20 mil libras com Marcos Rojo que Mourinho seria demitido. O jogador negou categoricamente a história. Paul Pogba é outro jogador que sabidamente tinha conflitos com o treinador. Ele afirmou que era "díficil" jogar no estilo de Mou e chegou a postar uma foto com cara de deboche após o anúncio da demissão, mas a deletou rapidamente diante da repercussão na mídia inglesa. 

Esporte