PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Lucas Moura pede que árbitros protejam Neymar: "Marcado pela fama"

Para ex-são-paulino, "não é todo mundo que aceita" o estilo de Neymar: "os adversários ficam irritados e acabam passando do ponto" - Reprodução/Instagram
Para ex-são-paulino, "não é todo mundo que aceita" o estilo de Neymar: "os adversários ficam irritados e acabam passando do ponto" Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

15/02/2019 20h21

Classificação e Jogos

Muitas vezes, Neymar carrega a fama de cai-cai. O estigma pesou contra ele durante diversos momentos da carreira - por exemplo, na Copa do Mundo de 2018, na Rússia. Só que isso muitas vezes acaba permitindo abusos contra o camisa 10 em campo.

Pelo menos, é o que afirma Lucas Moura. Em entrevista ao site Goal.com, o atacante demonstrou acreditar que Neymar precise ser "protegido" pelos árbitros. A exemplo do pai do próprio Neymar, o ex-são-paulino pediu para que que as arbitragens tratem o compatriota de forma mais justa.

"Às vezes a arbitragem acaba por marcar muito o Neymar, não entende o quanto ele apanha. Só ele sabe a dor que sente, mas às vezes julgam que é simulação. Enfim, acho que ele está feliz com tudo o que conquistou e tudo o que está vivendo", disse o jogador, atualmente no Tottenham.

"Agora, a arbitragem precisa tratar todos de forma igual, não pode levar em consideração a mídia que o Neymar tem, nem mesmo a perseguição de outros jogadores e torcedores. Às vezes o Neymar é marcado pela fama que tem fora de campo, e isso não pode acontecer", completou.

No dia 23 de janeiro, durante a partida entre Paris Saint-Germain e Strasbourg pela Copa da França, Neymar sentiu dores no pé direito e acabou substituído. Exames posteriores apontaram uma fratura no quinto metatarso, lesão igual à que havia sofrido um ano antes. Após o jogo, o meio-campista Anthony Gonçalves, do Strasbourg, tentou justificar as pancadas que o adversário costuma levar em campo.

"Se ele quer jogar assim, que não reclame quando levar pancadas. Não estamos aqui para que ele se divirta com a gente", disse Gonçalves. Para Lucas Moura, o estilo de Neymar em campo acaba provocando irritação nos marcadores rivais.

"Pela qualidade do Neymar, pelas características dele, não é todo mundo que aceita, os adversários ficam irritados e acabam passando do ponto. O Neymar leva muita pancada, muita porrada, mas isso acaba por ser normal por causa do estilo de jogo dele", disse, rebatendo as críticas "injustas" que o astro do PSG recebe. "Sim, é o estilo de jogo dele, foi o que fez ele atingir o nível de hoje, foi o que fez dele o ídolo do Brasil, o craque da nossa seleção, mas, como tudo na vida, sempre vamos nos deparar com pessoas que nos amam ou que nos odeiem. Faz parte, e eu acho que ele sabe lidar bem com isso."

Em busca de uma convocação para defender o Brasil, o atacante do Tottenham reconheceu não ter conseguido uma sequência na seleção nos últimos anos. Ainda assim, vê a possibilidade de disputar a Copa América de 2019.

"Jogar na seleção sempre mexe muito comigo, sempre foi um grande objetivo. Sempre quis vestir a camisa da seleção, sempre quis representar a minha nação. Tenho sempre a esperança e a expectativa de ser convocado", disse. "Sei que é difícil, até porque são muitas as opções na minha posição, com vários bons jogadores que podem representar bem a seleção. Tenho trabalhado firme e forte. Vamos ver o que vai acontecer."

Esporte