PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Ele não faz gol e tem fama de grosso. Mas é ídolo no PSG pela simpatia

Atacante Choupo-Moting foi apresentado pelo PSG - Divulgação PSG
Atacante Choupo-Moting foi apresentado pelo PSG Imagem: Divulgação PSG

João Henrique Marques

Do UOL, em Paris

14/02/2019 04h00

No lançamento da coleção de roupas da primavera no Paris Saint-Germain, um novo rosto domina a fachada da loja oficial do clube (ver foto abaixo), no Parque dos Príncipes. Nada de Neymar, Mbappé ou Buffon. É o atacante Choupo-Moting que virou unanimidade entre os torcedores do clube mesmo não marcando gols, e ainda convivendo com uma fama de pouca habilidade. Uma tradicional brincadeira francesa converteu o jogador camaronês em um ídolo, como um talismã, de um clube repleto de astros.

Em jogos do PSG em casa, seu nome sempre é cantando pelo público, como um pedido para que entre em campo. Assim como já é possível observar torcedores com uma camisa do time escrita Choupo-Moting às costas.

VEJA MAIS

PSG faz transmissão no Facebook para a França e quebra exclusividade de TV
Jornal: De Jong recusou cheque em branco do PSG para jogar no Barcelona
Neymar se empolga ao comemorar gol do PSG, e amigo brinca: "Olha o pé"

"Por parte da torcida a escolha tem um tom irônico. Na França, há um apreço por esse humor e o Choupo-Moting representa isso no futebol. Ele não é um grande jogador, mas uma figura simpática e divertida, e que sempre apresenta muita raça em campo", explicou Frederic Gouaillard, repórter do jornal francês Le Parisien.

Fachada loja do PSG - João Henrique Marques - João Henrique Marques
Imagem: João Henrique Marques

Choupo-Moting já soma 17 jogos pelo PSG, com apenas um gol marcado. Mas uma prova da falta de confiança em seu futebol no clube foi dada na vitória por 2 a 0 sobre o Manchester United, pela Liga dos Campeões. Mesmo após a lesão de Cavani, o camaronês, único centroavante disponível como substituto, não foi utilizado em nenhum momento.

Na estratégia montada por Tuchel um jogador a mais no meio-campo foi escalado, com o time saindo do 4-3-3 para o 4-4-2 e priorizando os contra-ataques. Dias antes do jogo, imaginando que Choupo-Moting, fosse a opção como titular, a torcida do PSG já brincava em grupos de WhatsApp viralizando uma montagem de capa do jornal esportivo L´Equipe com o rosto do jogador e a manchete: "Eu posso marcar a qualquer momento".

A chegada de Choupo-Moting veio através do pedido de Tuchel no início da temporada. O treinador estava insatisfeito com a inércia do clube no mercado e viu no camaronês uma boa opção para prender a bola no campo de ataque, algo carente no time pelas características apresentadas no futebol do elenco.

O contrato assinado com o camaronês foi de apenas um ano. Tempo suficiente para virar ídolo do clube à base da brincadeira, mas que certamente não terá continuidade após o fim de junho.

"O  Choupo-Moting desperta uma imagem de alguém simpático. Ele está vivendo seu sonho. Não acredito que ele está no PSG. Os torcedores sabem que ele não é um bom jogador, mas apreciam o caráter que tem. É algo incrível o que aconteceu em tão pouco tempo", destacou Saber Desfages, repórter da TV francesa, RMC.

Esporte