PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Ex-São Paulo, Juan Carlos Osorio pede demissão da seleção paraguaia

Juan Carlos Osorio concede entrevista coletiva durante a Copa do Mundo, quando ainda treinava o México - David Gray/Reuters
Juan Carlos Osorio concede entrevista coletiva durante a Copa do Mundo, quando ainda treinava o México Imagem: David Gray/Reuters

Do UOL, em São Paulo (SP)

13/02/2019 18h25

Classificação e Jogos

Juan Carlos Osorio não é mais o treinador da seleção do Paraguai. O técnico ex-São Paulo pediu demissão do cargo nesta quarta-feira (13) e anunciou a saída, justificada por questões particulares. Foram apenas seis meses no cargo.

"Por razões familiares e próprias, não posso continuar como treinador da seleção do Paraguai. Quero agradecer a todos e ao povo paraguaio", declarou o treinador colombiano pouco após confirmar a saída.

"Foi um orgulho para mim dirigir, conduzir e treinar a seleção", acrescentou o comandante, que deixa o cargo a quatro meses da estreia na Copa América.

O Paraguai agora inicia a procura por um novo treinador que o dirija na competição a ser disputada no Brasil. O time guarani está no grupo B ao lado de Argentina, Colômbia e Qatar - este, último, adversário da estreia.

Depois de boa campanha com o México na Copa do Mundo de 2018, quando venceu a Alemanha e caiu apenas para o Brasil nas oitavas de final, o ex-treinador são-paulino assumiu compromisso com o Paraguai até o Mundial de 2022, no Qatar.

A passagem, contudo, terminou com apenas uma partida no currículo: empate por 1 a 1 com a África do Sul, em novembro do ano passado.

Agora sem um comandante, a seleção paraguaia tem dois compromissos agendados para março, diante de Peru e México, os últimos antes da convocação final para a Copa América no Brasil.

Em 2015, Osorio fez balanço de sua passagem pelo São Paulo

UOL Esporte

Esporte