PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Fla vai com "tropa de choque" à Ferj, muda o tom e fala em "irmandade"

Rodolfo Landim (seg, da esq. para dir.) mudou a postura do Flamengo com a Ferj - Divulgação/FFerj
Rodolfo Landim (seg, da esq. para dir.) mudou a postura do Flamengo com a Ferj Imagem: Divulgação/FFerj

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

15/01/2019 04h00

A relação bélica entre Eduardo Bandeira de Mello e a Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) parece ter ficado para trás no início da gestão de Rodolfo Landim. Para demonstrar que pretende caminhar ao lado da entidade, o Flamengo foi à reunião que definiu preço de ingressos do Carioca representado pelo presidente, por Luiz Eduardo Baptista (vice de relações externas) e Gustavo Oliveira (vice de comunicação). O tom adotado foi o de "irmandade" entre as partes.

Para ler esta notícia na íntegra, além de outras novidades dos bastidores da bola, acesse a coluna De Primeira.

Esporte