PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Riquelme lamenta vice, mas elogia atletas do Boca na final da Libertadores

Enquanto vestiu a camisa do Boca Juniors, Riquelme atuou em 419 partidas e marcou 164 gols - AFP PHOTO / ALEJANDRO PAGNI
Enquanto vestiu a camisa do Boca Juniors, Riquelme atuou em 419 partidas e marcou 164 gols Imagem: AFP PHOTO / ALEJANDRO PAGNI

Do UOL, em São Paulo (SP)

12/12/2018 14h44

O ídolo do Boca Juniors Juan Román Riquelme lamentou o vice-campeonato do time na Copa Libertadores, mas afirmou "estar contente" com o desempenho dos atletas na derrota para o River Plate por 3 a 1 na partida disputada no último domingo (9), em Madri.

"O Boca chegou à final merecidamente, superaram a cada rival e nós nos sentimos orgulhosos por terem nos representado dessa maneira. Como torcedor, eu estou contente pela forma como defenderam nossa camisa", afirmou o ex-jogador em entrevista à emissora Fox Sports, da Argentina.

O craque argentino atribuiu a derrota do Boca Juniors ao sistema defensivo da equipe. Para Riquelme, um time que quer ser campeão não pode sofrer tantos gols como ocorreu com o Boca na final. O time levou cinco gols do River nas duas partidas e marcou três vezes.

"Se você quer ganhar a Copa [Libertadores], sofrendo quatro ou cinco gols é coisa demais, isso quer dizer que você se defendeu mal. O Boca perdeu porque defendeu mal. Eles fizeram quatro gols, dois na La Bombonera e dois na última partida, e (o quinto gol) já era a última jogada com o goleiro indo para área tentando fazer um gol", avaliou.

Apesar dos problemas defensivos, Riquelme destacou que o duelo entre as equipes foi parelho, mas os millonarios tiraram proveito da expulsão de Wilmar Barrios (excluído aos dois minutos do primeiro tempo da prorrogação da segunda partida) e puderam marcar os dois gols que definiram o título.

"Não vamos começar a pensar que quem nos venceu foi o Guardiola, eles não nos deram um baile. Foi equilibrado. No primeiro tempo (do segundo jogo) quem saiu ganhando foi o Boca e o nosso goleiro não tinha agarrado uma bola. O River melhorou. A partida teria ido para os pênaltis se Barrios não tivesse sido expulso", concluiu.

Riquelme teve duas passagens pelo Boca Juniors, atuando por 14 anos com a camisa da equipe. Foram 419 jogos e 164 gols marcados, com direito a três títulos da Libertadores (2000, 2001 e 2007) no período.

Futebol