PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Sheik negocia para trabalhar no comando do futebol do Corinthians

Danilo e Sheik receberam homenagens na última partida disputada na Arena Corinthians - Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians
Danilo e Sheik receberam homenagens na última partida disputada na Arena Corinthians Imagem: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Diego Salgado e Pedro Ivo Almeida

Do UOL, em São Paulo

26/11/2018 04h00

Emerson Sheik se despediu oficialmente da Arena Corinthians na noite do último domingo (25), no empate por 0 a 0 com a Chapecoense. O adeus, no entanto, foi apenas na função de jogador. Como o próprio falou após a partida, o atacante seguirá "por perto" do clube.

Segundo apurou o UOL Esporte, Sheik já tem conversas adiantadas com o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, para definir sua função fora dos gramados. A ideia dos dois é que o herói corintiano no título da Libertadores trabalhe em parceria com Alessandro no comando do futebol do clube.

Enquanto o ex-lateral direito cumpre a função de gerente de futebol e desempenha papel mais executivo, Sheik trabalharia mais próximo de vestiário e jogadores - hoje, Duílio Monteiro Alves ocupa o cargo máximo do departamento de futebol.

"Espero que o torcedor tenha gostado da minha trajetória. Saio com muito orgulho de tantas conquistas. Que o torcedor tenha enchido o coração de alegria. Mas agora é hora da molecada. Momento deles. Espero que possam ser felizes. Saio do campo, mas vou estar por perto", afirmou o ainda atacante e futuro dirigente, que recebeu o terceiro cartão amarelo e está fora do duelo com o Grêmio, o último do Corinthians no Brasileirão.

A expectativa é que Sheik e Andrés anunciem a nova função do profissional após o final do Campeonato Brasileiro. O novo representante do comando do futebol do clube auxiliaria o trabalho da diretoria em dezembro e começaria efetivamente a trabalhar no centro de treinamento em janeiro.

Amigo pessoal do presidente, Sheik ainda realizará uma despedida dos gramados no dia 7 de dezembro. Em evento para amigos, ele disputará um amistoso na Arena Corinthians com amigos e ex-companheiros.

Danilo vê portas abertas

Enquanto Sheik continuará próximo ao Corinthians, Danilo, que se despediu da Arena de Itaquera no último domingo, ressaltou que as portas do clube estarão abertas para ele depois do encerramento da carreira - o meia quer atuar por mais um ano.

"Foi oferecido um cargo, eles queriam que eu ficasse aqui neste momento. Mas a princípio eu penso em jogar ano que vem. Voltei a ficar bem e não posso parar dessa forma. Mas saio com as portas abertas, presidente mesmo já falou, nem que seja seis meses ou um ano, quando eu quiser voltar com certeza as portas estarão abertas", disse Danilo, que prefere um cargo ligado à comissão técnica.

"Seria mais dentro de campo, eu prefiro, é mais minha área. Não me vejo em cargo diretivo. Se eu continuar no futebol, é no campo", ressaltou o meio-campista.

Futebol