PUBLICIDADE
Topo

Neymar explora Paris com Bruna Marquezine e agrada torcida do PSG

Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram

João Henrique Marques

Do UOL, em Paris

03/10/2018 04h00

Um jantar no alto da Torre Eiffel, um passeio pela Euro Disney ou a simples presença em eventos de elite em Paris. A rotina caseira de Neymar na capital francesa é alterada com a presença da namorada, Bruna Marquezine, na França. Na vida de casal, o camisa 10 corrige um dos principais pontos de descontentamento do parisiense com o brasileiro: a falta de apego pela cidade.

Nesta quarta-feira, às 13h55 (de Brasília), diante do Estrela Vermelha, pela Liga dos Campeões, Neymar desfrutará do bom momento vivido com os fanáticos pelo Paris Saint-Germain. A atual passagem de Bruna por Paris já passou de uma semana. O programa principal foi a presença na Fashion Week, encerrada nesta terça-feira. Por lá, ela esteve com Neymar e amigos do jogador, mas é a presença no estádio Parque dos Príncipes, como na goleada por 4 a 1 do PSG diante do Reims, na quarta-feira passada, que tem destaque positivo para os torcedores.

“Não julgamos vida pessoal em análises do campo. É que, com o Neymar, é tudo muito grande e qualquer detalhe tem significado importante. Gostamos de ver ele próximo da namorada desfrutando de Paris e do clube”, destacou Romain  Mabille, o presidente da torcida Ultra, a principal organizada do PSG.

Nos planos de Bruna Marquezine estão várias viagens a Paris para se aproximar de Neymar. Sempre que distantes, o jogador pouco desfruta da vida social, preferindo o isolamento em casa na cidade de Bougival, a cerca de 25km de Paris, relatam amigos.

“A Bruna vai ao estádio com uma camisa do PSG que leva o seu nome. Faz fotos, exibe o orgulho e empolga. Como não vimos muita demonstração de vínculo do Neymar nem com a cidade, nem com o clube, isso já é considerado algo grande”, explicou Floren Tourchet, repórter do jornal francês L’Equipe.

Os jornalistas franceses são exigentes com o comprometimento de Neymar com o PSG. Nesta terça-feira, em sua primeira entrevista coletiva concedida no clube desde a apresentação há um ano, o camisa 10 ouviu pergunta sobre o aprendizado do idioma francês – a entrevista contou com um tradutor.

“Estou aprendendo no dia a dia, mas ainda não estou 100%. Procuro não arriscar. Mas fico conversando com meus companheiros”, respondeu Neymar.

O ato de ir aos torcedores para cantar e pular após uma partida no Parque dos Príncipe foi marcante. No jogo em que Bruna estava nos camarotes, o camisa 10 deu mostras do bom momento vivido após uma temporada passada turbulenta.

“Fui bem recebido aqui não só pelos jogadores, mas pela torcida também. E a gente procura sempre devolver o carinho de alguma forma. Tem jogo que eu, por exemplo, não vou lá com a torcida, mas não e porque não quero, e sim por estar cansado. Então, vou ao vestiário tomar banho logo”, explicou em entrevista ao Esporte Interativo.

Futebol