PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Furioso por troca no Atlético-MG, Tomás se entendeu com Larghi no Maracanã

Tomás Andrade, meia-atacante do Atlético-MG, se desentendeu com técnico por substituição - Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG
Tomás Andrade, meia-atacante do Atlético-MG, se desentendeu com técnico por substituição Imagem: Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

25/09/2018 04h00

A irritação de Tomás Andrade com a substituição de Thiago Larghi aos 35 minutos do primeiro tempo do revés para o Flamengo, no último domingo (23), foi colocada como assunto encerrado no Atlético-MG ainda no Maracanã.

O argentino teve uma conversa prévia com o técnico no intervalo e ambos colocaram panos quentes no mal-entendido. Ao fim do jogo, o estrangeiro voltou a falar com o comandante para finalizar o problema ocorrido. Líderes do elenco também aconselharam o meia-atacante de 21 anos.

O camisa 8 já demonstrou calma no segundo tempo do confronto. Depois de tomar banho, ele voltou para o banco de reservas apenas com o colete verde da equipe para assistir ao restante da partida.

Ao fim do confronto válido pela 26ª rodada do Brasileiro, o jogador se desculpou com a comissão técnica e companheiros e escutou o argumento de Thiago Larghi. O treinador utilizou o mesmo discurso da coletiva para se justificar com o meio-campista.

"Não, absolutamente (não viu indisciplina). Acho que o jogador, no calor do jogo e de uma substituição no primeiro tempo, é muita responsabilidade minha. Porque, no calor, é difícil de ele controlar a emoção dele, a expectativa que ele tinha para a partida, ele se preparou e se preparou bem para a partida. Só que o Trauco, o lado esquerdo do Flamengo, estava funcionando muito bem desde o início do jogo, desde o gol, que surgiu bem no início. Então, a gente entendeu que neutralizando aquele lado, a partida já estava equilibrada, 1 a 1, a gente ia ter chances de virar. De fato tivemos uma chance com o Chará ainda no primeiro tempo, uma boa nas costas da defesa, e consertamos. Mas é uma relação de confiança. O que eu falei pra ele foi assim: calma, confia, é questão tática, não é questão que você estava mal. Não, a gente precisava fortalecer o lado direito da nossa defesa", explicou o treinador.

Ainda na noite de domingo, o camisa 8 utilizou seu perfil nas redes sociais para se desculpar pela reação ao ser substituído.

"Obrigado pelas mensagens. Continuamos fortes sempre. E sempre o melhor está por vir. Não justifico a minha reação em absoluto, mas foi só esse momento de raiva. Agora já pensando no próximo domingo, com alegria", escreveu Tomás Andrade.

Foi o próprio atleta quem optou por utilizar as redes sociais. Ele demonstrou arrependimento pela forma como reagiu à substituição. Tomás Andrade ficou indignado ao deixar o campo para a entrada de Cazares ainda aos 35 minutos do primeiro tempo. Em uma clara demonstração de ira, acertou golpes no banco de reservas do Maracanã.

Futebol