PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Diretoria do Santos faz denúncia sobre possível fraude em votação

Marco Galvão/Fotoarena/Estadão Conteúdo
Imagem: Marco Galvão/Fotoarena/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo (SP)

21/09/2018 11h03

A diretoria do Santos anunciou, nesta sexta-feira, que entrou com uma denúncia na Polícia Civil da cidade sobre uma suposta fraude na votação responsável por definir o futuro do presidente José Carlos Peres. O clube emitiu uma nota oficial na qual afirma ter 500 nomes em condições suspeitas.

Os sócios vão definir se o mandatário santista será destituído do cargo em Assembleia Geral, que acontece dia 29, em Santos. A diretoria colocou ônibus à disposição em São Paulo para levar os eleitores da capital para a votação.

O Santos vive uma enorme briga política enquanto reage na temporada dentro de campo. No Brasileirão, deixou a briga contra o rebaixamento para disputar uma vaga na próxima Copa Libertadores.

Fora das quatro linhas, no entanto, a situação é caótica. O presidente José Carlos Peres rompeu com o vice Orlando Rollo e perdeu votação no Conselho Deliberativo do clube, que deixou nas mãos dos sócios a responsabilidade do possível impeachment.

Confira a nota oficial do Santos:

O Santos FC faz questão de manter a transparência com o torcedor para comunicar que lamentavelmente dois movimentos estranhos foram percebidos no cadastro dos sócios, visando dar possibilidade de votos a pessoas que não a tinham.

Ambos os movimentos foram descobertos essa semana, analisados com cuidado e serão entregues à polícia civil de Santos na manhã desta sexta-feira.

No total, mais de 500 nomes estão em condições suspeitas, e por isso a direção do Clube, com todas as provas e testemunhas, irá pedir abertura de inquérito policial para apurar a possível prática dos delitos de estelionato e falsidade ideológica.

Todos os procedimentos para manter e preservar a lisura da votação estão sendo feitos. Não com a intenção de ver um dos lados vencedor, mas apenas para que o resultado da urna seja, de fato, a decisão real do associado santista. E não de sistema que tenta tomar o poder das formas mais espúrias possíveis como fraude, estelionato, intimidações e pagamento em escala de sócios inadimplentes.

Futebol