PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Leila Pereira processa vices do Palmeiras e pede R$ 300 mil em indenização

Danilo Lavieri e Pedro Lopes

Do UOL, em São Paulo

14/08/2018 19h52

Presidente da Crefisa e conselheira do Palmeiras, Leila Pereira acionou na Justiça três vice-presidentes do clube. A patrocinadora cobra de Genaro Marino, Victor Fruges e José Carlos Tomaselli indenização de R$ 100 mil reais (de cada um), em virtude de uma nota de repúdio publicada pelos dirigentes no último dia 26 de julho, acusando Leila de coagir o clube em entrevista ao Blog do Ohata na qual ameaça retirar o patrocínio.

A presidente da principal parceira do Palmeiras promete doar os valores que vier a receber em forma de indenização ao clube. Além da quantia, ela também pede que os três vices editem publicamente a carta publicada no mês passado, removendo os trechos considerados ofensivos. Esse pedido, em sede liminar, não foi atendido em um primeiro momento: a 43ª Vara Cível de São Paulo optou por esperar a defesa dos cartolas.

"Não sei se o Mauricio vai ser candidato, mas é óbvio que se forem eleitas essas pessoas que estão atacando violentamente o patrocinador, é óbvio que não vou renovar o patrocínio, tendo a caneta na mão, para uma pessoa que é minha inimiga", disse Leila em julho.

No mesmo dia da entrevista, os três vices, que estão rompidos com o atual presidente Mauricio Galiotte, rebateram em nota. O trecho considerado ofensivo por Leila afirma que "Ninguém que é VERDADEIRAMENTE torcedor da S.E.P. pode aceitar que nosso clube seja, mais uma vez, coagido. Sobretudo colocado sob o revólver do poder econômico por conta de interesses e gostos particulares ou vaidades pessoais".

Futebol