PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Santos inaugura estátua de Zito e confirma 1º reforço para 2018

Estátua de Zito ficará exposta em frente ao portão 6 da Vila Belmiro - Samir Carvalho/UOL Esporte
Estátua de Zito ficará exposta em frente ao portão 6 da Vila Belmiro Imagem: Samir Carvalho/UOL Esporte

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

31/10/2017 22h11

O Santos inaugurou a estátua do chamado “eterno capitão” Zito nesta terça-feira. A imagem ficará exposta em frente ao portão 6 da Vila Belmiro. A homenagem contou com a presença de diversos ídolos santistas do passado – casos de Pepe, Clodoaldo, Coutinho, Mengálvio e companhia – e serviu para o presidente Modesto Roma anunciar o primeiro reforço do time para a temporada 2018.

Trata-se do lateral esquerdo Romário, do Ceará, de 25 anos. O jogador chega para suprir a possível ausência de Zeca, que acionou o clube paulista na Justiça para pedir sua rescisão contratual, alegando atrasos nos pagamentos de seu FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço).

“Nós temos um pré-contrato com o Romário, do Ceará. Não lembro o tempo de contrato”, afirmou Modesto na inauguração da estátua do ex-volante Zito.

Romário assinou com o clube paulista por cinco temporadas. O atleta é um dos principais destaques do Ceará no Campeonato Brasileiro da Série B. Atualmente, o lateral é o líder de assistências do clube cearense na competição, com seis passes para gols.

Além do “modesto reforço”, o Santos sonha com o retorno do atacante Robinho para 2018. Ele tem contrato com o Atlético-MG até o fim desta temporada.

O clube paulista também está de olho na dupla do Barcelona-EQU: o atacante uruguaio Jonatan Álves e o meia argentino Damián Díaz.

O evento do lançamento da estátua de Zito, além do presidente santista e dos ex-jogadores do clube, contou com a presença do ex-presidente do Santos, Marcelo Teixeira e do prefeito da cidade de Santos, Paulo Alexandre Barbosa.

A obra é uma parceria do Santos com a prefeitura municipal de Santos, e foi esculpida pelo artista plástico Luis Garcia Jorge.

Sobre o Zito

Zito nasceu em 8 de agosto de 1932, na cidade de Roseira, interior de São Paulo. José Ely Miranda começou sua carreira no Taubaté e chegou a Vila Belmiro no ano de 1952. O seu primeiro título com a camisa santista foi Campeonato Paulista de 1955.

Além de ser um exímio marcador, Zito também tinha uma enorme qualidade com as bolas nos pés. É o volante que mais balançou as redes pelo Santos. A liderança dentro de campo certamente foi o seu maior legado. Muitas das grandes goleadas aplicadas pela equipe nas décadas de 1950 e 1960, se deve a ele, pois era um motivador incansável, e não deixava a equipe se acomodar mesmo ganhando com certa facilidade.

Zito é o maior capitão que o Santos já teve em sua história. Por conta disso, além da estátua, o clube já homenageou o seu ídolo utilizando a letra “Z” na atual braçadeira de capitão. O ex-volante vestiu a camisa santista por 727 vezes, tornando-se o 3º jogador que mais atuou pelo Santos, ficando atrás apenas de Pelé e Pepe. Responsável pelas descobertas dos jovens Robinho e Neymar, quando atuava de gerente das categorias de base, Zito faleceu no dia 14 de junho de 2015, em Santos.

Futebol