PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Federação inglesa pede desculpas a jogadoras alvos de racismo do técnico

Mark Sampson fez comentários discriminatórios - Kevin C. Cox/Getty Images
Mark Sampson fez comentários discriminatórios Imagem: Kevin C. Cox/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

18/10/2017 14h01

O chefe da Federação Inglesa de Futebol Martin Glenn pediu desculpas às jogadoras Eniola Aluko e Drew Spence pelos comentários racistas do treinador Mark Sampson. Após uma investigação, a entidade concluiu que o ex-técnico da seleção feminina discriminou as duas atletas.

“Em nome da Football Association (Federação Inglesa), gostaria de me desculpar sinceramente com Eniola Aluko e Drew Spence. Com base em novas evidências apresentadas à advogada, ela descobriu a discriminação e isto não é aceitável”, falou Glenn.

Segundo a jogadora Eniola Aluko, Sampson teria perguntado à sua colega de seleção Drew Spence se ela já havia sido presa durante torneio em 2015. As duas estão entre as representantes negras da equipe nacional.

Além disso, Sampson teria pedido que Aluko se certificasse que seus parentes nigerianos não iriam levar o vírus do Ebola para Inglaterra durante jogo da seleção em Wembley.

Futebol