PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Em parceria letal, Gabriel Jesus se rende a De Bruyne: "Excepcional"

Gabriel Jesus comemora gol contra o Napoli; passe foi de De Bruyne - Reuters/Jason Cairnduff
Gabriel Jesus comemora gol contra o Napoli; passe foi de De Bruyne Imagem: Reuters/Jason Cairnduff

Caio Carrieri

Colaboração para o UOL, em Manchester (Inglaterra)

18/10/2017 07h57

Um é goleador. O outro, garçom dos melhores. A união dos dois, portanto, é perfeita. A parceria entre Gabriel Jesus e Kevin De Bruyne tem sido letal para os adversários do Manchester City.

A última vítima foi o Napoli-ITA, na noite desta terça-feira (17), no Estádio Etihad, onde o City venceu os italianos por 2 a 1 e manteve a liderança do Grupo F e os 100% de aproveitamento na Liga dos Campeões, com três vitórias. O triunfo, claro, passou pelos pés do atacante da seleção brasileira e do meia belga.

Mais uma vez, De Bruyne, em fase extraordinária, serviu o centroavante, que marcou o segundo gol dos Citizens. "Kevin tem uma grande qualidade e está conseguindo achar os passes não só para mim, mas também para os outros atacantes. É um jogador excepcional, um dos melhores e vem ajudando demais o City", declarou o ex-jogador do Palmeiras ao UOL Esporte.

De Bruyne - AP Photo/Dave Thompson - AP Photo/Dave Thompson
De Bruyne é o grande garçom do City na temporada
Imagem: AP Photo/Dave Thompson

A bola na rede de Pepe Reina, goleiro dos visitantes, foi a oitava do camisa 33 na temporada. Ele é o artilheiro do time na campanha, empatado com o inglês Raheem Sterling, que abriu o placar no jogo. "Fico muito contente. A felicidade vem sempre primeiro por causa do resultado positivo, depois pelos gols".

No último fim de semana, De Bruyne já tinha dado passe semelhante - rasteiro, vindo do lado direito do ataque - para Jesus marcar um dos seus dois gols na humilhante vitória por 7 a 2 sobre o Stoke City, também em Manchester.

O belga, aliás, é quem deu o maior número de assistências para o brasileiro nas 15 vezes em que Jesus foi à rede em 22 apresentações sob o comando de Pep Guardiola. De Bruyne já serviu o atacante do Brasil em quatro oportunidades, assim como Sergio Agüero.

Impressiona também a quantidade de vezes que o talentosíssimo camisa 17 atuou como garçom pelo Manchester City. São 37 assistências de De Bruyne, além de 25 gols, em 101 partidas pela equipe.

"Estou jogando tão bem quanto o time. A maneira com que a equipe atua deixa o trabalho muito mais fácil para mim. Todo mundo está correndo para todos os lados, e isso é decisivo", declarou o companheiro de Gabriel Jesus.

"Não ligo (para os elogios), porque você sempre tem altos e baixos, e o melhor é se manter estável. Na minha casa, sigo a minha vida normal, não importa se jogo bem ou mal. Mas posso dizer que coloco muita paixão no que eu faço e adoro vencer", concluiu o meio-campista.

Guardiola repetiu o time pela terceira partida seguida. Agüero, ídolo maior do City na era moderna, ainda volta aos poucos depois de fratura uma costela em um acidente de carro. Nos últimos dois jogos, ele ficou no banco de reservas.

O próximo adversário do Manchester City será o Burnley, no sábado (21), outra vez em casa pelo Inglês. Invicto na temporada, o time lidera a Premier League de maneira isolada, com 22 pontos conquistados em oito rodadas. Já o adversário do fim de semana ocupa a sétima colocação, com 13 pontos.

Futebol