PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Corinthians rechaça saída de Arana ao Sevilla: "não vamos vender neste ano"

Miguel Schincariol/Getty Images
Imagem: Miguel Schincariol/Getty Images

Dassler Marques, Diego Salgado e Ricardo Perrone

Do UOL, em São Paulo

23/08/2017 16h15

Divulgado pelo Blog do Perrone na terça-feira, o interesse do Sevilla sobre o lateral Guilherme Arana não deve se concretizar em uma transferência neste momento. Emissários ligados ao clube espanhol asseguram que uma oferta de 12 milhões de euros (R$ 44 milhões) foi entregue ao Corinthians nas últimas horas. Mas, de acordo com a direção do clube, a permanência de Arana está definida.

"Não recebemos propostas e nem adianta chegar. Não vamos vender nenhum dos nossos jogadores neste ano", declarou o diretor de futebol Flávio Adauto. Ele nega a existência de algum tipo de pressão pela venda do lateral, destaque do Brasileirão. "Se pressionar, vai adiantar menos ainda. Não vamos vender ninguém. Se não acreditam, vão perder tempo à toa", acrescentou.

Arana, que renovou seu contrato com o Corinthians em março após receber aumento salarial, tem vínculo assegurado com o clube até dezembro de 2021 e pessoalmente não foi notificado a respeito da proposta enquanto se recupera de lesão. Segundo apurou a reportagem, porém, o Sevilla é visto pelo jogador como um clube interessante para se transferir à Europa, principalmente em relação ao interesse recente do CSKA Moscou-RUS. Entretanto, o jogador de 20 anos deve respeitar a decisão da diretoria e se manter, pelo menos, até a conclusão dessa temporada.

Recentemente, o Corinthians rejeitou outras procuras por Arana. Pelo menos dois clubes apresentaram propostas de forma oficial: o Bordeaux-FRA, que desejava envolver Pablo em uma negociação casada, e o CSKA Moscou, disposto a chegar a 15 milhões de euros, mas que não aceitaria esticar a permanência do lateral no Brasil até dezembro. Ao longo da janela de transferências, ele teve ainda sondagens da Inter de Milão-ITA, do Ajax-HOL, do Bayer Leverkusen-ALE e do Atlético de Madrid-ESP.

A permanência de todo o elenco até o fim da temporada é uma premissa do presidente Roberto de Andrade, a despeito das dificuldades financeiras atravessadas pelo Corinthians. Recentemente, ele rejeitou ofertas para vender Balbuena, Rodriguinho, Walter e o próprio Arana. As únicas baixas foram de jogadores pouco utilizados: Léo Jabá, vendido à Rússia, e Clayton, que retornou ao Atlético-MG.

Com lesão muscular na coxa direita, Arana será desfalque do Corinthians nesta quarta, em visita à Chapecoense. A titularidade estará a cargo de Moisés.

Futebol