PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Cria do Barça é o único jogador que dribla mais que Neymar na Europa

Scott Heppell/Reuters
Imagem: Scott Heppell/Reuters

João Henrique Marques

Do UOL, em Barcelona (Espanha)

24/04/2017 04h00

A chegada de Neymar no Barcelona impediu a ascensão do espanhol Adama Traoré. Aos 19 anos em 2015, o jogador da mesma posição do brasileiro, atacante pelo lado esquerdo, escolheu deixar o clube catalão rumo ao futebol inglês. Hoje no Middlesbrough, a cria do Barça mostra condições de competir com o camisa 11 do time catalão, ao menos, em uma função: o drible. Ele é líder no quesito entre todos os jogadores das grandes ligas europeias (Espanha, França, Inglaterra, Alemanha, Portugal e Itália).

Traoré tem média de 5.5 dribles por jogo na temporada. É exatamente a mesma que Neymar. A grande diferença está nos minutos jogados, já que o espanhol tem 1.463 minutos na temporada, enquanto o brasileiro soma 2.292. Os números são dos site especializado em estatísticas Whoscored.com

O atacante do Middlesbrough nasceu na Catalunha e tem descendência do Mali. No Barça, iniciou treinamentos aos 12 anos, em 2004. No profissional, foram apenas três jogos realizados.

"Não sentia que havia espaço para mim. A concorrência é de alto nível e prefiro provar meu valor aonde possa jogar. Quem sabe volto ao Barcelona tendo sucesso por aqui", destacou Traoré ao ser apresentado ao Aston Villa, em 2015 - clube inglês pagou 7 milhões de euros ao Barcelona pela contratação.

No Aston Villa, Traoré também teve poucas oportunidades. Dos 10 jogos feitos na primeira temporada do Campeonato Inglês, nenhum foi como titular. A irritação o fez exigir a transferência.

O Middlesbrough acertou a contração de Traoré para a temporada, e enfim, a chance de jogar foi conquistada. São 25 jogos na liga inglesa, sendo 15 como titular. A posição em que joga, aberto pela esquerda, é bem semelhante a de Neymar.

No novo clube, Traoré também chamou a atenção por quebrar o recorde de velocidade em jogos do Campeonato Inglês. Isso aconteceu no empate por 0 a 0 contra o Arsenal, em novembro do ano passado. A marca foi de 37 km/h por hora em um sprint, superando os 35,5 km/h de Moussa Sissoko, meio-campo francês do Tottenham.

Com bons números de lado de campo, Adama Traoré passou a ser especulado no Chelsea para a próxima temporada. Mas parte da crítica inglesa não apoia a contratação por conta de um problema grave: a finalização. No futebol inglês, sequer marcou gol. Algo que o diferencia negativamente de Neymar.

"Me falta o gol, reconheço. Sim que tenho o drible, a velocidade, mas devo melhorar a finalização. E o jogo taticamente. Creio que tenho o que evoluir, ainda sou jovem", destacou Traoré em recente entrevista ao jornal esportivo catalao, Sport. 

Futebol