PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Aprovado! Palmeiras deve adotar retiro em Atibaia de novo

Do UOL, em São Paulo

22/09/2016 06h00

Antes de encarar o dérbi contra o Corinthians no último sábado, o Palmeiras se refugiou em Atibaia para dois dias de atividade em período integral. A preparação agradou tanto a Cuca, que a comissão técnica planeja uma nova ida ao interior ainda nesta reta final de temporada.

Em entrevista concedida depois classificação às quartas de final da Copa do Brasil - mesmo com a derrota por 1 a 0 para o Botafogo-PB -, o técnico Cuca elogiou o curto período de preparação no interior e prometeu voltar, caso encontre uma brecha até o fim do ano.

"Se o calendário permitir é nossa ideia [voltar a Atibaia], porque ali você consegue armazenar energia necessária para gastar nos jogos", afirmou o treinador palmeirense, que vê efeitos positivos após o retiro no interior.
"Está surtindo efeito, mas aquele era um trabalho que a gente sabia que não ia dar conta de uma maratona como estamos tendo. Talvez tenhamos de fazer mais um trabalho um pouco menor para dar uma abastecida", acrescentou Cuca.

Idas a Atibaia fazem bem ao Palmeiras. Somente em 2016, a delegação viajou para a cidade localizada a pouco mais de 70 km da capital em três oportunidades, todas sob o comando de Cuca.

O primeiro retiro ocorreu após o pior momento do treinador no comando do Palmeiras. Cuca tirou o Palmeiras da capital depois da goleada sofrida para o Água Santa (4 a 1), que resultara no quarto revés do técnico em quatro partidas neste cargo.

Os treinamentos no interior tranquilizaram o grupo, que embalou duas vitórias consecutivas: 3 a 0 sobre o Rio Claro e 1 a 0 no primeiro clássico contra o Corinthians deste ano.

Além dos dois triunfos, o Palmeiras permaneceu mais cinco partidas invicto, com três resultados positivos e dois empates - as igualdades com Rosario Central e Santos, no entanto, resultaram em eliminações na Libertadores e Paulista, respectivamente.

A queda no estadual fez Cuca novamente concentrar o grupo no interior de São Paulo. O período no interior serviu para o treinador reformular parte do grupo e definir o elenco para o Campeonato Brasileiro; mais uma vez, os números positivos apareceram.

Pós-Atibaia, o Palmeiras rapidamente se credenciou como candidato às primeiras colocações da Série A. Nos sete primeiros jogos, por exemplo, a equipe alviverde somou cinco vitórias e duas derrotas.

A terceira viagem a Atibaia antecedeu uma das principais atuações do clube nesta temporada. Foram dois dias de atividades em tempo integral, que resultaram em uma exibição segura no dérbi contra o Corinthians: 2 a 0, em Itaquera, placar responsável por findar uma invencibilidade de 34 jogos como mandante do rival alvinegro.

Futebol