PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Maradona ensinou Messi a bater faltas. Ex-preparador físico relata 1ª aula

Veja o gol de falta de Messi e os outros três da Argentina contra os EUA

UOL Esporte

Do UOL, em São Paulo

22/06/2016 16h05

Se Lionel Messi é atualmente um jogador "completo", bom em todos os fundamentos, isso se deve a Maradona. Foi o ex-jogador e eterno ídolo dos argentinos quem ensinou o craque do Barcelona a bater faltas. O relato é feito pelo ex-preparador físico da seleção dos hermanos Fernando Signorini em "Futebol, um chamado à rebelião", seu livro recém-lançado. 

Signorini relata a primeira aula dada por Maradona. Aconteceu em 2009, na França, quando a estrela da Copa do Mundo de 1986 era treinador da seleção argentina e Messi, seu comandado. Confira o trecho abaixo

Em fevereiro de 2009, pouco depois de Diego Maradona ter assumido como técnico da seleção, fomos à França para disputar um amistoso contra a seleção local, em Marselha. No dia anterior à partida, fizemos um treino no estádio, no qual Maradona trabalhou com os 11 titulares e eu fiquei com o resto do elenco, fazendo um “rachão” até o fim da atividade. Quando terminamos, Mascherano, Tevez e Messi pediram a Maradona para ficarem no gramado cobrando falta, e Maradona aceitou.

Em um momento, Messi posicionou a bola mais para o lado esquerdo, mas seu arremate foi longe da meta, por cima do ângulo da mão direita de Carrizo. Mostrou insatisfação e, como saiu para os vestiários em seguida, fui falar com ele: “Diga-me uma coisa. Um jogador como você vai ao vestiário depois de fazer essa porcaria? Pegue uma bola e volte a tentar!”

Quando terminei de dizer isso, vi que veio na nossa direção Maradona, que havia escutado tudo, como sempre. Ele abraçou Messi pelo ombro e lhe disse: “Calma, calma, vem aqui. Vamos fazer de novo”. Era como um professor com um aluno. E seguiu: “Põe a bola aqui e me escute bem: não bata tão rápido com o pé na bola, porque assim ela não sabe o que você quer”. Então, ajeitou a bola, cobrou firme e acertou o ângulo, estufando a rede, sob admiração de Messi.

Para quem fala de um suposto ciúme de Maradona, que ciúme? Ele abriu o seu mundo de conhecimento a Messi e não cobrou nada por isso. Eu dei meia volta e não quis mais ver, já era o suficiente. Ali estava o futebol argentino. 

Futebol