PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Primeira Liga usa a própria CBF para validar Gre-Nal por duas competições

Primeiro Gre-Nal de 2016 vai valer por duas competições: Gaúcho e Primeira Liga - LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA
Primeiro Gre-Nal de 2016 vai valer por duas competições: Gaúcho e Primeira Liga Imagem: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

26/01/2016 17h18

Uma declaração de Walter Feldman, secretário geral da CBF, irritou ainda mais os dirigentes dos clubes participantes da Primeira Liga. Em entrevista à Rádio Itatiaia, de Belo Horizonte, Feldman, criticou a tabela da competição que vai começar nesta quarta-feira, mesmo sem o aval da entidade que comanda o futebol nacional.

“O que não pode é se abrir a perspectiva, da terceira, quarta ou quinta partidas. E aí é a realização de um torneio completo. Não que ele não possa ser feito, é porque não existe a possibilidade de não conflito com a agenda já estabelecida pelo calendário nacional. Não teria sentido, por exemplo, um Gre-Nal valendo por duas competições. Não teria sentido um final com um clube carioca na mesma data com rodada aqui no Rio”.

No entanto, o que Feldman não sabia é que a decisão de fazer o Gre-Nal do Campeonato Gaúcho valer também pela Primeira Liga partiu tem precedente dentro da própria CBF. Em 1993, sem datas para realização da Recopa (duelo entre vencedores da Libertadores e da Supercopa do ano anterior), a Conmebol e a CBF concordaram que o duelo entre São Paulo e Cruzeiro, marcado para o dia 25 de setembro, poderia valer por duas competições.

Assim, o jogo disputado no Morumbi, reuniu o São Paulo campeão da Libertadores e o Cruzeiro campeão da Supercopa. A partida valia pelo Campeonato Brasileiro, mas o resultado foi considerado também como o jogo de ida da Recopa, após acordo entre as entidades. A partida terminou empatada sem gols.

Na volta, quatro dias depois, no Mineirão, o duelo valeu somente pelo curto torneio internacional. Novo placar de 0 a 0 e decisão nos pênaltis. Melhor para o São Paulo, que venceu por 4 a 2. Então no começo de carreira, Ronaldinho ainda não era Ronaldo Fenômeno e perdeu uma das cobranças, defendida por Zetti.

Tendo em consideração a partida que aconteceu em 1993, a Primeira Liga encontrou essa solução para a terceira rodada, já que Grêmio e Atlético-MG não podem jogar na data prevista, pois estão ambos têm compromissos pela Copa Libertadores. Pelo fato de o Estadual em Minas Gerais ter menos jogos, o clássico Atlético e América-MG está marcado para o dia 2 de março, uma semana antes dos demais jogos.

Já o Gre-Nal vai ser disputado no dia 6 de março, na Arena Grêmio. Com o aval da Federação Gaúcha de Futebol o clássico vai valer por duas competições. Mas para evitar confusão, as questões que envolvem transmissão, arbitragem e suspensões de atletas vão valer do Campeonato Gaúcho.

E nas demais 17 partidas da fase inicial, não existe nenhum conflito de datas com os estaduais, como alegou Walter Feldman.

Futebol