PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Osorio não descarta trocar SP por seleção e pede compra de Pato

Guilherme Palenzuela

Do UOL, em São Paulo

24/09/2015 01h02

Juan Carlos Osorio falou após a vitória do São Paulo por 3 a 0 sobre o Vasco, nesta quarta-feira. Além de comentar a boa partida do São Paulo, o treinador colombiano que interessa à seleção do México, falou mais uma vez que não descarta deixar o clube em caso de um convite de uma seleção, mas assegurou que não troca o São Paulo por qualquer outro clube. Além disso, o treinador falou que o São Paulo deve se esforçar para contratar Alexandre Pato definitivamente após o término do empréstimo, no fim do ano.

"Todos aqui sabem da realidade do futebol brasileiro. Três, quatro maus resultados e eu não estaria aqui. Vou jogo a jogo. Há situações e coisas que eu não gosto, não compartilho. Em nível de clube, estou no melhor. Não quero ir a outro. Uma seleção... estamos falando de outra coisa. Uma possibilidade de Copa do Mundo é algo diferente. Tenho objetivos como qualquer um. Meu coração e minha cabeça estão aqui, mas não posso falar do dia de amanhã", falou o treinador, antes de ser questionado sobre o atacante, que marcou dois gols na vitória no Morumbi, pela Copa do Brasil.

"Acho que sim [deve comprar], sem sombra de dúvida. Acho que Alexandre em seu melhor nível é para mim, novamente, um dos melhores. Não só no Brasil. Na sua posição, está a nível dos melhores do mundo", disse.

Questionado sobre as possíveis consequências que o São Paulo poderá enfrentar se punido pela contratação do zagueiro Iago Maidana, de 19 anos, que chegou ao Morumbi em operação viabilizada por um grupo de investidores, segundo os próprios investidores - prática proibida pela Fifa desde maio - Osorio se esquivou, mas ainda assim comentou sobre a qualidade técnica do jovem defensor.

"Eu somente falo dos atletas como jogadores de futebol. As negociações não tem nada que ver comigo, eu não participo disso", disse. "Acho que ele tem bom jogo aéreo, pelo trabalho que fizemos em campo eu não posso falar agora se tem ou não a qualidade paracarregar bola e entrar pelo meio como nós esperamos dos nossos zagueiros. Acho que precisamos e eu preciso de mais tempo para falar. Eu o comparo com Lyanco e Lucão, e acho que Lucão e Lyanco são muito bons jogadores. Ele tem que mostrar em nível profissional com a camisa do São Paulo o que fazia pelo Criciúma. Aí podemos falar", completou. 

Depois de criticar a torcida após o empate contra a Chapecoense, Osorio parabenizou de forma enfática a torcida pelo apoio durante o jogo contra o Vasco. "Eu quero dar um parabéns para a nossa torcida. Acho que a torcida apoiou o time do início ao fim. Se a razão pela qual a torcida foi forte, apoiou o time, se é porque é Copa do Brasil, eu quero jogar sempre a Copa do Brasil. Quando uma torcida apoia assim é muito importante para o time. Eu quero agradecer, parabéns, em nome de todos os atletas. Vamos tentar dar tudo em campo sempre para que nossa torcida fique com orgulho e apoie o time", falou o treinador, que mais uma vez disse que a prioridade é o torneio, e não o Brasileirão. 
 
"Acho que o futebol é de opinião. Minha humilde opinião, estamos dentro de um planejamento que possibilita ao elenco ter possibilidades no Brasileirão, disputar uma vaga por Copa Libertadores, e como objetivo principal a Copa do Brasil", falou. 
 

Futebol