PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Barcelona despede mulher que fez gestos racistas contra jogador do Racing

Torcedora se dá mal ao ofender o atacante marfinense Mamadou Koné, do Racing de Santander - Reprodução/Internet
Torcedora se dá mal ao ofender o atacante marfinense Mamadou Koné, do Racing de Santander Imagem: Reprodução/Internet

Do UOL, em São Paulo

19/05/2014 12h47

O Barcelona decidiu despedir nesta segunda-feira a mulher que realizou gestos racistas contra o jogador marfinense Mamadou Koné, do Racing Santander, em partida contra o Llagostera, pela segunda divisão espanhola.

Segundo informações do jornal Mundo Deportivo, a mulher, que teve seu nome preservado, trabalhava nas bilheterias do museu do Barça. Ao ter ciência da gravidade do ato, o clube catalão despediu imediatamente sua funcionária.

Durante o jogo, a torcedora imitou um macaco nas arquibancadas para ofender Koné. "A respeito desta senhora, melhor não dizer nada. Ela só já se retrata" escreveu o atacante africano.

Pela sua conta no Twitter, o Llagostera, clube mandante, elogiou o comportamento dos demais torcedores e esclareceu que a autora das ofensas não é sócia do clube. O clube ainda anunciou que a torcedora foi banida do estádio.

O mais recente episódio de racismo no futebol espanhol ocorre em menos de um mês do polêmico caos envolvendo Daniel Alves. Em partida entre Barcelona e Villarreal, um torcedor arremessou uma banana em direção ao lateral brasileiro, que reagiu de maneira irreverente, comendo a fruta.

Na semana passada, o meia guineano Kévin Constant, do Milan, também foi atingido por uma banana em partida diante da Atalanta, pelo Campeonato Italiano.

Futebol