PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Abel trata renovação de Juan e Índio como problema e pede solução ao Inter

Juan, 34, e Índio, 39, estão próximos do fim de seus contratos e Inter ainda não definiu se vai renovar - Divulgação/AI Inter
Juan, 34, e Índio, 39, estão próximos do fim de seus contratos e Inter ainda não definiu se vai renovar Imagem: Divulgação/AI Inter

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

26/04/2014 10h15

A renovação de contrato de Juan e Índio é a única dor de cabeça de Abel Braga no momento. O técnico do Internacional definiu os dois casos como os problemas do atual elenco e defendeu, mais uma vez, a prorrogação de vínculo em ambos os casos. A diretoria ainda não tem uma posição definida, mas promete analisar a situação antes do recesso para a Copa do Mundo.

Índio é o que vive incerteza maior. O zagueiro de 39 anos renovou contrato em janeiro para ter a chance de jogar no Beira-Rio reformado. No jogo oficial de reinauguração, entrou e foi ovacionado pela torcida. Chorou após o apito final e ergueu uma taça simbólica pela vitória no amistoso diante do Peñarol.

Ali mesmo Abel abriu a súplica para um novo vínculo. A diretoria não se mostrou flexível, mas nas semanas seguintes passou a admitir uma expansão até dezembro. Uma chance para o defensor encerrar a carreira, após nove temporadas seguidas no clube.

“Ele tem que terminar a carreira aqui no Inter. Não seria legal ele ir para outro clube. Até surgiu uma proposta aí, mas a direção sabe que a minha ideia é renovar com o Índio até dezembro”, disse Abel Braga.

Já Juan também tem contrato perto do fim, mas com pelo menos uma garantia contratual. O vínculo do camisa 4 possui uma cláusula de renovação, porém os dirigentes querem conversar para tentar uma redução salarial.

“Outro caso que precisamos resolver é do Juan. Ele é importante para o grupo. Estes são os nossos dois problemas. A minha ideia é pela permanência dos dois”, apontou o técnico.

Juan, aos 34 anos, ainda tem status de titular. Mas com lesões musculares neste ano, deu brecha para Ernando crescer na hierarquia e virar uma sombra. O ex-jogador do Flamengo, Roma e seleção brasileira chegou a receber uma sondagem do Shanghai Shenhua, da China, mas preferiu aguardar uma conversa com o Inter.

O pedido público de Abel deixa os dirigentes na berlinda, fazendo até alguns cartolas cogitarem as renovações até dezembro. Caso decida não renovar com nenhum deles, o Inter deve ir atrás de um zagueiro. O clube já procura um volante e um atacante de velocidade no mercado.

Futebol