PUBLICIDADE
Topo

Futebol

"Mercenários". Nem Messi escapou da ira da torcida do Barça após derrota

Do UOL, em São Paulo

17/04/2014 08h35

A nova eliminação do Barcelona não está sendo bem digerida pelos seus torcedores. Na chegada da delegação catalã ao Camp Nou após a derrota para o Real Madrid na final da Copa do Rei, assim como no aeroporto de embarque, os jogadores tiveram que ouvir vaias e insultos. Nem Messi foi poupado.

"Jogadores mercenários" era o que mais se ouvia da boca dos fãs. Além disso, o ídolo Messi foi xingado e ainda escutou acusações de alguns mais exaltados de que ele "nem suava a camiseta".

Nenhum atleta foi poupado. Segundo os gritos da torcida, eles "não davam a cara a tapa" nos jogos. Entretanto, talvez o principal alvo tenha sido o treinador Tata Martino. Em crise no clube, ele foi obrigado a escutar um coro pedindo para que ele saísse do Barcelona: "Tata demissão", gritavam. Confira no vídeo acima.

A crise no Barcelona só aumenta. É o terceiro jogo seguido sem vitória: derrota e eliminação na Liga dos Campeões para o Atlético de Madri (1 a 0); derrota para o Granada por 1 a 0, no Campeonato Espanhol (queda para 3° lugar); e, agora, vice na Copa do Rei.

Futebol