PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Muricy reclama de técnico do Barça e diz que Neymar está triste

Do UOL, em São Paulo

18/03/2014 06h01

Treinador de Neymar no título da Libertadores em 2011, Muricy Ramalho, hoje no São Paulo, disse que o atacante está triste no Barcelona. Em entrevista ao programa "Bem, Amigos", o técnico falou sobre a situação do ex-comandado.

“Eu estou sentindo o moleque triste por isso, dá para perceber que se faz o jogo sempre para um jogador só. Aí, abre ele pelo lado direito, mata o cara. Era preocupação de ir para Europa. Ir para o banco, ficar no banco e está chegando a Copa”, disse Muricy, que lembrou um lance em que Messi não tocou para ele.

“Outro dia foi bem claro, duas jogadas contra o Manchester City foram bem claras, Messi pegou a bola, ele (Neymar) aberto pelo lado direito, Messi enfrentou, ele estava livre para fazer o gol, Messi não meteu a bola”, afirmou relembrando o jogo pelas oitavas de final da Liga dos Campeões.

Muricy Ramalho também questionou o técnico do Barcelona, Tatá Martino, que deixou Neymar e Messi no banco de reservas em uma partida da temporada.

“Outro dia foi jogar Barcelona e Atlético de Madri, valendo a liderança, ele colocou os dois no banco, aí é demais. Sou torcedor de futebol, eu vi Messi e Neymar no banco. É ser precioso demais. Aí é demais, os dois no banco? Gosto de sempre ver o Barcelona jogar, mas coloca os dois no banco, agora, coloca ele para o lado direito. Neste jogo que tinha facilidade, ele tirou o Neymar”, completou.

Apesar de dizer que Neymar vive um momento triste, Muricy acha que o atacante precisará de apenas mais um ano para ser melhor do mundo, pois Messi ainda está no auge.

"Neymar acho que vai ser melhor do mundo em mais um ano e pouco. Porque o Messi ainda está no topo. Neymar está se preparando para ser melhor do mundo, sabendo levar as coisas, ter paciência e se portar. Está no caminho certo para ser o melhor do mundo", finalizou

Se o técnico catalão recebeu críticas, Luiz Felipe Scolari, comandante da seleção brasileira de futebol, ganhou elogios quando Muricy explicou o motivo que fez Neymar dar certo na seleção.

“Porque o treinador está dando essa liberdade para ele. Felipão abraçou o moleque. De vez em quando ele começa pelo lado esquerdo, Felipão põe para dentro, vai para o outro lado, vai para onde você quiser. Felipão está deixando ele à vontade. E lá ele está ainda um pouco preso”, falou.

Neymar
Neymar
$escape.getHash()uolbr_tagAlbumEmbed('tagalbum','14410', '')
Muricy Ramalho
Muricy Ramalho
$escape.getHash()uolbr_tagAlbumEmbed('tagalbum','14403', '')

Futebol